Blog

header-picture

 

Desenvolver um projeto de realidade aumentada ou virtual e alcançar os objetivos esperados pelo cliente (ou até ir além) é sempre uma grande satisfação para a Flex Interativa. Tanto que, em alguns casos, os resultados obtidos são tão satisfatórios que seria até injusto se não os transformássemos em cases de sucesso.

Um exemplo disso foi o projeto de Rótulo com Realidade Aumentada que desenvolvemos para a Cerveja Leuven. Esse projeto, em especial, é muito valioso pela ligação inicial que os sócios tiveram com a marca, desde a sua concepção. A visibilidade da marca aumentou consideravelmente após essa ação. Inclusive, existem muitas pessoas que conhecem a Cerveja Leuven pelo rótulo (mesmo sem nunca a terem consumido). Ou seja, a estratégia de usar a Realidade Aumentada para ampliar a visibilidade da marca foi muito bem-sucedida.

Por isso, mostraremos a seguir alguns aspectos que mostram por que esse projeto é um excelente case de sucesso. Confira!

Disseminação da marca

O primeiro aspecto que comprova o sucesso do projeto de realidade aumentada desenvolvido pela Flex Interativa para o rótulo da Cerveja Leuven foi o fato de ele ter ajudado de maneira significativa a disseminar a marca.

Existem dezenas de marcas de cerveja no Brasil. Logo, não é tão simples se destacar em meio à grande concorrência. Porém, graças ao rótulo em realidade aumentada, mesmo pessoas que nunca haviam consumido a Leuven passaram a conhecê-la. Isso, obviamente, foi um passo crucial para um melhor posicionamento da cerveja no mercado.

Aumento significativo das vendas

Outro fator relevante sobre o projeto com realidade aumentada para o rótulo da Leuven foi a obtenção de dados concretos. Sendo que um deles foi sobre o impacto dessa ação nas vendas da cerveja.

Houve um aumento significativo (mais de 50%) nas vendas da Leuven. O que, em se tratando de uma ação que não envolveu grande divulgação, pode ser considerado um resultado muito expressivo.

Ampliação do mercado e da visibilidade da cerveja

Após a ação com realidade aumentada, a cerveja acabou expandindo seu mercado para outros estados. Também houve a ampliação da visibilidade da Leuven, que passou a ser conhecida inclusive em outros países, como os Estados Unidos.

um detalhe interessante é que todos esses resultados foram obtidos sem que houvesse muita divulgação dessa ação. Na verdade, ela foi utilizada como um teste do potencial da realidade aumentada. A Flex Interativa não divulgou muito o projeto. Optamos pela utilização de uma imagem no rótulo informando que ele tinha realidade aumentada.

O objetivo disso foi testar o grau de entendimento do público e a adesão a essa nova tecnologia. E o resultado foi excelente. A ação foi muito bem recebida pelos consumidores e se tornou um grande sucesso.

Conclusão

Como ficou claro no decorrer do artigo, o case da Cerveja Leuven realmente foi um grande sucesso. Sendo que o uso da Realidade Aumentada no rótulo gerou uma série de consequências positivas para a marca.Incluindo o aumento das vendas, o que reflete claramente o quanto bem-sucedido foi esse projeto. Logo, ele não poderia deixar de ser considerado um dos principais cases de sucesso da Flex Interativa.

Você também quer utilizar a realidade aumentada para ampliar a visibilidade e aumentar as vendas da sua empresa? Então entre em contato com a Flex Interativa e solicite uma avaliação gratuita sobre como essa alternativa pode ser implementada no seu negócio!

header-picture

 

Ajudar nossos clientes a obterem sucesso com a utilização de novas tecnologias sempre foi um dos objetivos da Flex Interativa. Sendo que, obviamente, quando isso se concretiza através de um projeto, ficamos muito satisfeitos. E foi exatamente isso que aconteceu no projeto de Realidade Virtual que desenvolvemos para os Postos Ipiranga.

Por isso, decidimos apresentá-lo como um Case de Sucesso. Até porque, o resultado obtido demonstra claramente o sucesso desse projeto. Quer saber como tudo aconteceu? Então confira abaixo os principais detalhes sobre o projeto de Realidade Virtual que a Flex Interativa desenvolveu para os Postos Ipiranga!

Sugestão da Flex Interativa sobre a utilização da Realidade Virtual

O primeiro detalhe interessante a respeito desse projeto foi o fato de o cliente (Postos Ipiranga) ter procurado a Flex Interativa já com uma ideia muito clara sobre o desejo de utilizar a Realidade Aumentada. Sendo que, ao entendermos que a Realidade Virtual seria mais adequada às pretensões da marca, apresentamos essa possibilidade. Assim, ao analisar o que estávamos sugerindo, o cliente mudou de ideia e optou pela Realidade Virtual.

É interessante ressaltar isso, pois deixa claro que a nossa intenção é sempre oferecer a melhor solução para os nossos clientes. Não “vendemos” Realidade Aumentada e/ou Virtual. Na verdade, o nosso objetivo é desenvolver a melhor solução para cada caso. Sendo que isso é viabilizado com base em uma ampla análise que fazemos sobre as pretensões dos clientes. É a partir disso que decidimos quais tecnologias e meios de comunicação devem ser usados em cada projeto.

Foi exatamente por trabalharmos dessa maneira que sugerimos a Realidade Virtual para os Postos Ipiranga. E como o cliente gostou bastante da nossa sugestão, começamos a desenvolver o projeto.

Apresentação do projeto na Convenção Ipiranga

IMG_1761-1

A apresentação do projeto aconteceu na Convenção Ipiranga, que é um grande evento realizado anualmente pela marca. A convenção, que é destinada a parceiros, colaboradores e potenciais clientes dos Postos Ipiranga, é composta por várias iniciativas, especialmente palestras (de pessoas das mais diversas áreas), que visam discutir questões atuais e avaliar perspectivas para o futuro dentro do segmento de atuação da marca e do mercado em geral.

O evento foi um grande sucesso. Sendo que o stand da Flex Interativa foi um dos mais prestigiados pelos participantes da convenção. Nesse sentido, um detalhe que merece destaque diz respeito à heterogeneidade do público que demonstrou interesse pelo projeto de Realidade Virtual. Desde crianças até o público da terceira idade, todo mundo quis conhecer melhor o projeto.

Dessa forma, o evento foi muito positivo para a Flex Interativa. Até porque, ele acabou abrindo portas para a empresa em relação a esse cliente. Tanto que os Postos Ipiranga estão contando com a nossa parceria em novos projetos envolvendo a Realidade Virtual.

Detalhes sobre o projeto de Realidade Virtual dos Postos Ipiranga

ipiranga_06

O projeto de Realidade Virtual que desenvolvemos para os Postos Ipiranga teve como intuito mostrar diversos aspectos sobre a marca, especialmente em relação aos serviços complementares (que vão além dos postos em si) que os clientes podem utilizar. Alguns exemplos nesse sentido são:

  • Os serviços que vão além dos postos (lojas am/pm, o sistema Linx…);
  • Os tipos de bombas de combustíveis usadas nos Postos Ipiranga;
  • E como os pagamentos são feitos em cada tipo de bomba.

Fato é que o projeto foi um grande sucesso. Como foi dito acima, o stand da Flex Interativa foi muito prestigiado na Convenção Ipiranga. Sendo que os resultados (efetivos) obtidos pelo cliente foram muito interessantes.

Nesse sentido, vale destacar que esse foi um projeto que teve um investimento alto (mais de R$100 mil). E isso certamente é uma das explicações para o grande sucesso obtido. O cliente queria algo que realmente gerasse um grande impacto. Logo, se dispôs a investir aquilo que era necessário para alcançar essa pretensão. E o resultado não poderia ter sido mais expressivo.

Conclusão

Para ser utilizado como Case de Sucesso, é indispensável que um projeto tenha gerado bons resultados para todas as partes envolvidas. Exatamente por isso, esse projeto para os Postos Ipiranga não poderia deixar de ser apresentado como um Case de Sucesso. O resultado foi tão positivo que, como foi destacado acima, a Flex Interativa vai desenvolver novas ações para esse cliente. E isso é algo que nos deixa muito satisfeitos, pois a continuidade de uma parceria significa que ela está sendo positiva para ambas as partes.

Sua empresa precisa de um parceiro especializado no desenvolvimento de ações que envolvam tecnologias inovadoras? Então solicite uma avaliação gratuita da Flex Interativa sobre as melhores alternativas para o seu negócio em se tratando da utilização de tecnologias como a Realidade Virtual!

 

header-picture

 

O artigo de hoje é bastante especial para nós da FLEX Interativa. É com muito orgulho que trazemos a notícia desse prêmio conquistado por nossa equipe. Em especial, o motivo de tanto orgulho é o fato de que a ideia do projeto nasceu aqui mesmo, dentro de casa, liderado por mim e pelo Fernando Godoy, meu sócio. É sempre muito gratificante quando um conceito se traduz em realidade e, além disso, gera valor para a sociedade como um todo.

Antes de falar do case, vamos contar um pouco sobre o prêmio. Há três anos a HP e a Dscoop entraram em parceria para sediar um concurso especial. O Inspiration Awards é voltado à celebração da excelência em design de impressão usando máquinas e equipamentos HP.

O concurso reúne iniciativas inspiradoras e as expõe para o resto do mundo, mostrando referências e tendências que poderão ser seguidas em diversos segmentos do mercado. Esse fato que torna a honra de recebermos esse reconhecimento ainda maior: são participantes do mundo inteiro!

Neste ano de 2018, a Flex Interativa e a Indemental Gráficos ganharam o prêmio máximo na categoria Bebidas, com o rótulo em realidade aumentada para a Cervejaria Leuven. No rótulo da Leuven IPA Dragon Beer utilizamos um reflexo multicolorido e aplicamos laminação de brilho para criar um impacto imediato. Para destacarmos a marca ainda mais no já competitivo mercado de cervejas artesanais, incorporamos a tecnologia de realidade aumentada.

A Realidade Aumentada faz com que os personagens, que estampam os rótulos das garrafas, ganhem vida quando observados pela câmera de um smartphone ou tablet. Além disso, os rótulos exibem informações complementares sobre os produtos – algo que não pode ser lido na versão impressa das garrafas.

Quando pensamos nesse projeto, nos preocupamos bastante em conceber uma ideia que desse à marca o destaque ela que merecia e que ela precisava ter para se fortalecer no segmento. Foi justamente a visão da equipe de criação da FLEX, que acreditou no projeto desde o piloto, que garantiu o resultado final tão gratificante !

O resultado dessa ação gera para o consumidor uma experiência única no consumo do produto, além de oferecer informações detalhadas de uma forma inovadora. Além de toda a satisfação com o prêmio conquistado, temos muito orgulho dos resultados gerados para a marca. Com a aplicação da Realidade Aumentada no rótulo, foi possível:

  • Crescer em 50% o valor de vendas de produto, por conta de uma abertura comercial conquistada em uma rede de mercados carioca;
  • Impulsionar a captação de recursos para o crowdfunding da marca, pois ela foi imediatamente posicionada no setor de uma forma única e diferenciada;
  • Conquista de um status de destaque com a aplicação da ferramenta visual nos rótulos dos produtos.

Queremos agradecer imensamente à toda nossa equipe e aos parceiros que, certamente, tem grande participação neste prêmio! Estamos muito orgulhosos, muito felizes e animados para os próximos projetos! Para saber mais, confira também o estudo de caso que fizemos sobre o Case de Sucesso Flex Interativa & Cerveja Leuven clicando aqui.

header-picture

A realidade aumentada é uma tecnologia que tem proporcionado resultados cada vez melhores às empresas que a utilizam. Mas, afinal, qual será a explicação para o sucesso dessa “nova” forma de falar com o público? É claro que a resposta para essa pergunta não é objetiva. Na verdade, diversos aspectos estão por trás desses bons resultados. Sendo que um deles é o fato de a realidade aumentada ter um grande potencial de agregar valor às marcas.

Por isso, mostraremos abaixo alguns aspectos relativos à realidade aumentada que fazem com que ela agregue valor às marcas. Veja os detalhes sobre cada um deles e entenda porque esses fatores são tão relevantes!

Interação extremamente realista

O fato de ela fazer com que o público interaja mais com as marcas é umas das principais características da realidade aumentada. Sendo que essa interação é muito realista. As pessoas têm a sensação de que estão tocando aquela marca, interagindo fisicamente com ela.

Na verdade, a realidade aumentada gera uma experiência imersiva, despertando uma série de sentimentos nas pessoas. Consequentemente, as marcas que utilizam essa tecnologia ganham valor na medida em que o público percebe algo de diferente nelas. Gerar novas experiências atrai mais pessoas, aumenta o engajamento e ajuda também na fidelização. Ou seja, há um grande ganho de valor perante a visão do público.

Elevado potencial de reter a atenção

Até como consequência do que foi destacado acima, a realidade aumentada também tem um elevado potencial de reter a atenção do público. Atualmente, em um espaço de poucos minutos, diversos anúncios tentam nos impactar. Ou seja, há uma grande competição entre as marcas na tentativa de atrair a atenção das pessoas.

Diante disso, aquelas que conseguem fazer isso por meio de uma “ferramenta” inovadora tendem a atrair mais pessoas e também reter mais a atenção delas. Aliás, é até interessante ressaltar que muitas marcas (utilizando-se de variadas ferramentas) até conseguem atrair o público. Porém, existe uma grande dificuldade em reter a atenção por um tempo necessário para que seja criado um entendimento da proposta do anúncio.

Desse modo, como a realidade aumentada retém a atenção e faz com que seja criada uma relação mais ampla, um melhor entendimento da mensagem que a marca quer passar ao público, ela gera muito valor. Até porque, essa compreensão a respeito daquilo que está sendo dito por quem vende um produto ou serviço é o primeiro passo para que as pessoas se tornem consumidoras dele.

Redução dos custos e expansão dos limites dos produtos

Há casos em que a realidade aumentada gera a redução dos custos de um produto e expande os seus limites. Isso ocorre principalmente no segmento de jogos. Essa tecnologia permite que um produto seja compactado, ou seja, fisicamente reduzido. Sendo que isso, naturalmente, reduz os seus custos de produção. Essa redução é compensada exatamente pelas alternativas viabilizadas pela realidade aumentada. No caso de um jogo, por exemplo, ela passa a ser usada para complementá-lo.

E o melhor é que isso permite que o produto seja expandido, inclusive possibilitando a realização de atualizações. Tudo isso agrega mais valor ao produto e ainda reduz o seu valor final. Ou seja, passa-se a ter um produto melhor e mais barato. Logo, a consequência natural disso é o aumento das vendas.

Conclusão

Obviamente, os três aspectos mencionados acima são apenas alguns dos que proporcionam à realidade aumentada agregar valor às marcas. Existem vários outros fatores (que certamente serão explorados nos nossos próximos artigos) envolvidos nessa questão.

De qualquer modo, esses três exemplos já nos dão uma noção clara do potencial dessa tecnologia. Até porque, como foi ressaltado no último aspecto, ela pode ter influência direta na redução dos custos de um produto e expandir os limites dele, levando-o a obter melhores resultados em suas vendas. Ou seja, além de diversificada, a forma como a realidade aumentada agrega valor às marcas é bastante efetiva.

Felizmente, por terem uma ideia mais ampla sobre a realidade aumentada, algumas marcas enxergam e valorizam o potencial da realidade aumentada. Isso acontece por conta da compreensão de que o valor gerado pelo uso dessa tecnologia reflete nas vendas. Cada vez mais marcas estão se atentando para isso e implementando a realidade aumentada em suas estratégias de marketing. Isso é muito positivo para elas, para o mercado em geral e, principalmente, para o público!

Você quer utilizar a realidade aumentada para agregar valor à sua marca? Então clique aqui e solicite uma avaliação gratuita da Flex Interativa!

header-picture

Tópicos: Realidade Aumentada

A utilização da realidade aumentada é cada vez mais comum em ativações de marketing. No entanto, muitas empresas que investem alto nessa alternativa não conseguem obter o retorno esperado. Sendo que isso acontece, na maioria dos casos, por conta de ações equivocadas. Um exemplo disso é usar a realidade aumentada para simplesmente apontar para uma embalagem e focar exclusivamente nos benefícios do produto.

O papel do marketing de ativação é apresentar uma marca ou um produto ao mercado. Logo, é essencial que, antes de enfatizar benefícios, seja gerado algum valor para o público. Mas, afinal, como é possível fazer isso?

É exatamente para responder a essa pergunta que o nosso artigo de hoje mostrará como a sua empresa pode se destacar utilizando a realidade aumentada para embalagens de produtos. Confira atentamente e fique totalmente por dentro dessa questão!

Por que muitas empresas não obtêm bons resultados com a ativação de marketing utilizando a realidade aumentada?

Mesmo fazendo grandes investimentos, muitas empresas não conseguem o retorno desejado com a ativação de marketing utilizando a realidade aumentada. Sendo que, na realidade, existe uma explicação lógica para isso.

A verdade é que usar a realidade aumentada para destacar unicamente os benefícios de um produto é uma escolha inadequada. Por isso, como muitas empresas insistem em fazer isso, fica difícil obter um retorno efetivo.

Utilizando como exemplo o desenvolvimento de aplicativos para serem disponibilizados nas lojas digitais, especialmente a Apple Store, é difícil conseguir a aprovação de um App que tenha como intuito exclusivamente promover uma marca. As lojas têm certa resistência a aplicativos com essa característica simplista.

E, de um modo geral, o público também não demonstra muito interesse por aplicativos e quaisquer outras ações de marketing de ativação que foquem na apresentação dos benefícios do produto. Até porque, é elevada a quantidade de telas e anúncios tentando chamar a atenção das pessoas atualmente. Dessa forma, ações focadas apenas em features de produto tendem a ser relativamente ignoradas pelo público.

Como obter um bom retorno e se destacar utilizando a realidade aumentada na ativação de marketing?

Diante do que foi destacado no tópico anterior, fica a dúvida sobre quais devem ser as características das ações de ativação de marketing que utilizam a realidade aumentada. Pois bem, no tocante a essa questão, é necessário que sejam desenvolvidas ações que não visem unicamente promover o produto. O ideal é que elas também levem até o público algum conteúdo relevante, que gere valor para as pessoas.

Para exemplificar isso, vamos considerar a criação de um aplicativo para uma empresa de alimentos. Escolhemos esse exemplo porque, recentemente, a Flex Interativa recebeu uma solicitação de um cliente, no caso uma marca de bolos, para que fosse desenvolvido um aplicativo mostrando os benefícios de usar um determinado produto da marca.

Assim, levando em conta a necessidade de entregar também algum conteúdo relevante, nesse caso específico, fizemos duas recomendações ao cliente. Foram elas:

  • Colocar no aplicativo algumas receitas exclusivas;
  • Trabalhar com um chef renomado para dar credibilidade ao conteúdo de receitas, por exemplo.

Ao fazer isso, embora tivesse como intuito principal apresentar os benefícios do produto, o aplicativo também levaria valor às pessoas. Com isso, aumentariam consideravelmente as chances de ele despertar o interesse dos usuários.

Conclusão

Diante do que foi exposto acima, pode-se concluir que, para se destacar utilizando a realidade aumentada para embalagens, simplesmente apresentar os benefícios do produto não é o bastante. É necessário buscar maneiras de associar algum valor (conteúdo relevante) a esses benefícios. Sem fazer isso, torna-se complicado realizar uma ativação de marketing eficiente utilizando a realidade aumentada.

Você gostaria de saber qual é o melhor tipo de realidade aumentada para o seu negócio? Então clique aqui e solicite uma análise GRATUITA da Flex Interativa!

header-picture

 

Quem já viveu uma experiência de realidade virtual sabe que quando é preciso tocar alguma coisa, imediatamente a imersão é quebrada. As imagens dizem ao seu cérebro que você está segurando algo, mas você não tem a sensação tátil, o que faz a magia perder um pouco a graça.

A Microsoft está tentando resolver este problema. Um grupo de pesquisadores da Microsoft Research está trabalhando em uma potencial solução para isso com um dispositivo curioso.

O acessório tem o formato parecido com os controles de realidade virtual atuais e apresenta um gatilho com encaixe para o dedo. O gatilho é o grande destaque do dispositivo. A peça é um pequeno braço mecânico que reage ao “toque” de objetos virtuais.

Trata-se de uma plataforma que se movimenta de acordo com a superfície do objeto tocado. Se você passar o dedo virtual sobre uma bolinha, a plataforma vai se mexer para tentar replicar o toque nesta esfera. São utilizadas tecnologias distintas que funcionam em conjunto e harmonia para tornar os objetos virtuais palpáveis.

Na teoria soa estranho, mas na prática se mostra eficiente e divertido. O braço mecânico aproxima, afasta ou impede o movimento de seu indicador automaticamente, criando a impressão de um objeto sendo tocado.

O dispositivo, chamado Claw, possui uma combinação de servo-motores, sensores de força e atuadores de bobina de voz que simulam vários outros efeitos, como o coice de uma arma ao ser disparada e a textura de um objeto tocado.

A Microsoft Research apresentou várias outras ideias para melhorar nossas experiências e jogos em realidade virtual. Uma das mais interessantes foi o conjunto de sensores hápticos que controlam o posicionamento de seus controles, permitindo que os usuários os trate como itens separados ou como parte de um dispositivo maior.

A Microsoft tem investido em processos de controle por movimentos de mão já há algum tempo. Em 2013, a empresa demonstrou uma navegação pelo Windows usando gestos que eram reconhecidos pela câmera do Kinect, um acessório lançado junto com o console de vídeo game Xbox 360.

Em 2012, a Microsoft anunciou que estava trabalhando com tecnologia de realidade aumentada. Mais tarde, a empresa lançou o HoloLens, óculos de realidade virtual oficial da marca.

A tecnologia de realidade virtual vai estar presente praticamente de forma unânime no futuro, e as gigantes de tecnologia estão trabalhando arduamente em suas respectivas plataformas para oferecer a melhor opção para o usuário final.

header-picture

 

Gigante das redes sociais, o Facebook tem investido pesado em tecnologia desde o anúncio do AR Studio.

É uma ferramenta para desenvolvedores de realidade aumentada, que facilitar a vida de quem deseja incorporar experiências com tecnologias imersivas no Facebook e Messenger.

Para a maior rede social do mundo, é preciso ampliar o ecossistema de conteúdos multimídia. O Facebook já havia apresentado o novo modo de câmera dentro de seu aplicativo móvel que permite o compartilhamento de fotos e vídeos utilizando máscaras, molduras e filtros interativos.

Em outubro do ano passado, a empresa introduziu a capacidade de adicionar conteúdos 3D interativos. Os posts em 3D suportam o formato padrão de arquivo glTF 2.0, que permite texturas, iluminação e renderização realista de objetos irregulares ou com brilho.

Os novos pontos finais de gráficos API permitem que os desenvolvedores construam aplicativos de modelagem 3D e compartilhem as reproduções diretamente no feed de notícias, criando sites que exibem as postagens em 3D.

Os usuários podem arrastar e soltar objetos 3D no feed, e levar posts 3D para interagir no Espaço Facebook, uma área com salas em realidade virtual (VR) da rede social. O objetivo é fazer com que os usuários se sintam livres e confortáveis utilizando criações personalizadas em um aplicativo de modelagem 3D, compartilhando-as diretamente no feed de notícias e levá-las para o Espaço Facebook, onde poderão brincar e interagir com a produção.

 

O que é glTF 2.0

Trata-se de uma espécie de JPEG do 3D, facilitado por intermédio do suporte da Google, da Microsoft e da Sony. Se o usuário possuir um objeto 3D em outro formato, o Facebook promove a conversão em código aberto no GitHub, para que não haja maiores complicações na hora de postar um tipo específico de arquivo.

Ao compartilhar uma publicação em 3D, o usuário poderá escolher uma cor e uma textura de fundo para personalizar. O Facebook espera manter um fluxo de uploads simples e funcional, portanto, estes posts de alta tecnologia não exigirão grandes habilidades ou domínio especializado.

Veja outras ferramentas do Facebook:

  • Frame Studio

É uma ferramenta web que permite a qualquer página ou perfil do Facebook criar molduras para as fotos de perfil ou via nova câmera da rede social. As molduras criadas pelo Frame Studio aparecem na opção câmera de amigos ou fãs das páginas. Os efeitos irão incluir o nome do criador, tanto no post do feed de notícias, quanto no vídeo. O Frame Studio já está disponível para todos.

  • AR Studio

O AR Studio é um software para criação de realidade aumentada que está na versão beta fechada para macOS. Permite que artistas e desenvolvedores possam criar suas próprias experiências em realidade aumentada com molduras animadas, máscaras e efeitos interativos com capacidade para responder a movimentos, ação de espectadores de transmissões (live) e dados de terceiros. Todo o conteúdo produzido a partir do AR Studio está disponível na nova câmera do Facebook.

A plataforma beta tem possui três elementos-chave:

1- Face Tracker: algoritmo operacional que interpreta o que a câmera exibe em tempo real, podendo rastrear o rosto e permitindo que criadores produzam máscaras que se encaixem e respondam aos movimentos faciais sem que haja a necessidade de escrever uma linha de código sequer.

2- Sensor Date: permite aos desenvolvedores criar efeitos no qual as pessoas podem mover o smartphone ao redor do mundo projetado de forma completamente virtual.

3- Sripting APIs: APIs (Interface de Programação de Aplicações) são conjuntos de rotinas e padrões de programação que permite a construção de aplicativos. Permitem acessar e baixar dados das ações dos usuários para modificar os efeitos em tempo real e funcionam através da comunicação entre diversos códigos, definindo comportamentos específicos de determinados objetos em uma interface.

 

header-picture

Os vídeos 360 viraram febre e fazem tremendo sucesso nas redes sociais. Esse formato vem recebendo investimentos cada vez maiores com o intuito de oferecer experiências imersivas e memoráveis para os usuários do mundo todo.

Vídeos vinculados à internet podem engajar o público e ajudam a transmitir o propósito das marcas. No festival SXSW dos últimos dois anos, foi possível notar o interesse e investimentos em produções de vídeos 360.

A tecnologia tem sido a grande responsável pelas mudanças de consumo e comportamento das pessoas. A presença desses vídeos nos dispositivos móveis passou a ter grande relevância para as marcas.

No entanto, a criação de vídeos 360 não será impactante se não houver histórias interessantes a serem contadas. Ou seja, é fundamental criar um conteúdo relevante para que o recurso proporcione uma experiência diferenciada, interessante e memorável para os usuários.

No vídeo 360° é possível mostrar todos os pontos de vista de uma cena. Nesse caso, não existe mais o “atrás da câmera” e o espectador tem total liberdade para olhar qualquer ângulo do espaço filmado. Isso graças a uma câmera especial, ou um conjunto delas, capaz de filmar a cena em todos os seus ângulos.

O Facebook, maior rede social do mundo, aposta no formato. O CEO da empresa, Mark Zuckerberg, postou um vídeo na sua rede social, explicando como funciona a tecnologia que a empresa utiliza para criar vídeos em 360 graus.

David Pio, engenheiro de software da rede social, explica que a imagem capturada em 360 graus é dividida em seis regiões diferentes, como seis faces de um cubo em volta do espectador: em cima, abaixo, à esquerda, à direita, à frente e atrás. Conforme o espectador observa partes diferentes do vídeo, as “faces do cubo” carregadas pela plataforma se alteram de forma dinâmica.

De acordo com Zuckerberg, os vídeos no Facebook saltaram de 1 bilhão de visualizações por dia para mais de 8 bilhões no decorrer de um ano. Mark considera os vídeos 360 um diferencial do Facebook quando o assunto é vídeos.

Para a Google Academy, “os vídeos em 360 foram criados para que o público vivencie e interaja com o conteúdo. Os espectadores desfrutam de uma visualização imersiva e cada pessoa pode escolher para onde quer olhar.”

Os conteúdos 360° podem ser captados em locais abertos, ambientes fechados, em alto mar, mergulhando em rios, captados com drones e de muitas outras maneiras. Também é possível criar esses conteúdos por meio de softwares de modelagem 3D.

O conteúdo 360° possui um grande potencial comercial e de marketing. Você já cogitou experimentar uma câmera, um acessório ou um app para fazer filmagens em 3D e promover produtos e sua marca?

 

header-picture

Soluções em realidade aumentada vieram para ficar e estão cada vez mais presente no nosso dia a dia. Ela está sendo amplamente utilizada em feiras e eventos para chamar a atenção, cativar o público e realizar novos negócios.

South By Southwest (SXSW), festival de economia criativa que acontece em Austin (EUA), tem sido marcado por projetos de realidade aumentada. Empresas e marcas de diversos segmentos investiram em ações que integram universo online e offline para garantir maior destaque entre tantas atrações interessantes do evento.

realidade aumentada é utilizada por marcas que desejam oferecer experiência diferenciada para seus consumidores. Sua aplicação permite imersão e maior envolvimento, sendo utilizada para promover novos produtos e promoções.

E é exatamente o que está fazendo a Lego. Apostando em soluções de realidade aumentada, a equipe digital da Lego chegou na final do Innovation Showcase Awards, competição de inovação corporativa organizada pela KPMG.

O projeto apresentado tem como base um scanner 3D integrado a um aquário digital. Após a montagem de peixes com os bloquinhos, os usuários colocam as peças na máquina. O sistema cria então uma versão digital dos peixes, que podem interagir na tela com um cardume criado por outros usuários. Segundo Soren Holme, produtor digital da Lego, a ideia é “oferecer uma experiência divertida e permitir que os consumidores experimentem os produtos de outras maneiras”.

A experiência em realidade aumentada da Lego está disponível apenas aos visitantes do museu Casa Lego, na Dinamarca. Ainda não há previsões de lançamento comercial da plataforma.

Ainda de acordo com Holme, a empresa tem interesse em soluções que ofereçam novas experiências digitais para os seus consumidores. “Esse tipo de experiência tem como objetivo nos ajudar a mapear os melhores caminhos para fazer essa integração entre brinquedos virtuais e analógicos”, afirma.

No mercado é possível encontrar inúmeras possibilidades de entreter o consumidor de forma inovadora com conteúdos multimídia, objetos sensoriais, óculos de realidade virtual e outras ferramentas tecnológicas.

Fazer uso de soluções tecnológicas, como a realidade aumentada, é um diferencial para qualquer marca, pois agrega valor aos negócios, promove assertividade, inteligência e inovação, além de proporcionar vivência imersiva, interativa e memorável aos consumidores.

Várias grandes marcas já promoveram ações com realidade aumentada, sempre surpreendendo e cativando o público, criando engajamento e tendo muito retorno financeiro.

header-picture

O uso de tecnologias normalmente significa a possibilidade de novos negócios.

Uma tendência que ganha cada vez mais adeptos é a realidade aumentada como forma de alavancar os negócios.

Em plena expansão, a realidade aumentada atrai empresários de diversos setores em busca de novas oportunidades de negócios.

Realidade Aumentada é a sobreposição de objetos e imagens no ambiente virtual por meio de algum dispositivo tecnológico. É uma tecnologia que permite que o mundo virtual seja misturado ao real, abrir novas dimensões na maneira como executamos tarefas.

A realidade aumentada promove a interação diferente do usuário com o objeto e com o meio. Novas experiências e conteúdos podem ser criados com o uso da tecnologia.

A tecnologia já está transformando as comunicações empresariais, a logística, a manufatura, a análise, o design de produtos, o treinamento, o marketing, o serviço de campo e muito mais.

Com a realidade aumentada é possível imaginar os usuários de tablets sentados ao redor de uma mesa de conferência e, ao olhar para suas telas, todos os participantes da reunião verão os mesmos gráficos 3D, o mesmo protótipo virtual, o mesmo globo ou o mesmo holograma.

As apresentações em PowerPoint projetadas na parede darão lugar à apresentação de dados em 3D e holográficos exibidos em realidade aumentada no meio da sala e com a presença remota de outros participantes que terão acesso às mesmas imagens.

Os desenvolvedores de realidade aumentada concentram seus esforços em dispositivos móveis, pois os tablets e smartphones já possuem os elementos básicos e necessários para a conexão com essa tecnologia: telas, processadores, câmeras, sensores de movimentos e capacidade para executar aplicativos.

O Vale do Silício, EUA, está na corrida para otimizar os dispositivos móveis para a realidade aumentada. Rumores e anúncios sugerem que os fabricantes de smartphones estão lutando para superar uns aos outros no mercado com vantagens convincentes em realidade aumentada.

O laser do iPhone

A Apple está tentando construir um sistema 3D a laser voltado para a parte traseira do próximo iPhone 8. É possível que o novo componente possa ser introduzido em um modelo posterior.

O objetivo do sistema, envolvendo gerador de raio laser, lente e chip – é medir com rapidez e precisão a distância, não só para um foco automático mais rápido para a câmera (especialmente útil na luz baixa), mas também para uma melhor colocação de objetos virtuais no espaço físico com aplicativos de realidade aumentada.

O novo elemento de hardware melhoraria o posicionamento preciso de objetos virtuais dentro de aplicativos criados com o ARKit da Apple no sistema atual.

Smartphone Surface e o mistério da Huawei

Brad Sams, editor executivo da Thurrott, disse que a Microsoft está trabalhando em um dispositivo Windows 10 da linha Surface otimizado para a realidade aumentada. Segundo Sams, os protótipos dos dispositivos já estão sendo aprovados no campus da empresa.

O aspecto promissor deste boato é que, ao que parece, o projeto é liderado pelo chefe da HoloLens, Alex Kipman. Isso significa que, assim como o Hydrogen One, um novo telefone Surface seria projetado principalmente para a realidade aumentada.

Vazamentos em torno do próximo smartphone Mate 10 da Huawei indicam um hardware específico para realidade aumentada, mas desconhece-se exatamente quais são esses componentes ou como impulsionam a tecnologia.

Telefone holograma

Red anunciou planos de lançar um smartphone Android no primeiro trimestre do ano que vem chamado Hydrogen One.

Segundo a empresa, a tela do telefone, batizada de “exibição holográfica de hidrogênio”, poderá mostrar conteúdo holográfico 3D sem óculos especiais. O fundador da companhia, James Jannard, disse que não se tratava de uma lente tradicional, mas uma que usaria uma nova tecnologia que utiliza a tecnologia de exibição “multivisão”.

Por causa da realidade aumentada, os smartphones precisarão de sensores especiais e poder de processamento maciço. Talvez o maior evento que já tenha acontecido no mundo da realidade aumentada foi o anúncio da Apple de seu ARkit para desenvolvimento de apps para o próximo iOS 11.

A realidade aumentada em dispositivos móveis irá se popularizar rapidamente e usuários de smartphones irão escolher seus telefones baseados nas capacidades de realidade aumentada, assim como eles escolhem baseado na qualidade de suas câmeras.

 

header-picture

Realidade virtual trata-se de um ambiente criado em três dimensões por computadores.

As pessoas podem interagir neste ambiente de forma imersiva.

A realidade virtual induz efeitos visuais, sonoros e até mesmo táteis, por meio do ambiente virtual, iludindo os sentidos do usuário desta tecnologia e criando um ambiente simulado, interativo ou não.

As tecnologias atuais permitem interpolações (inserções e/ou complementações intercaladas) de imagens tão velozes que os efeitos tridimensionais são impressionantes.

Os óculos modernos são capazes de interagir com sincronicidade com os movimentos da cabeça do usuário. A imagem gerada não permanece estática, ou seja, acompanha a movimentação do seu usuário.

A realidade virtual pode ser aplicada em diversas áreas, criando ambientes de simulação completamente inseridos na realidade virtual. A realidade virtual aplicada no mercado imobiliário está cada vez mais comum.

O uso de óculos de realidade virtual deixa para trás stands de vendas e apartamentos decorados, podendo, além de economizar espaço, trazer interatividade à vivência, tornando uma experiência agradável e surpreendente para o consumidor.

Os agentes imobiliários têm a possibilidade de visitar imóveis em um segundo, sem a necessidade de locomoção, para certificar-se de que são adequados para seus clientes.

Os profissionais dessa área podem utilizar a realidade virtual para orientar novas contratações e acordos. Também é possível a visitação em locais que ainda não foram construídos para se ter uma ideia do layout do imóvel.

A realidade virtual ganhou destaque no mercado imobiliário. A busca e adoção de softwares, aplicativos de realidade virtual tiveram um aumento significativo nos últimos meses e esse número tende a aumentar ainda mais entre as construtoras e imobiliárias.

Imóveis decorados físicos, maquetes e folders ainda serão utilizados, mas de forma bem mais contida, pois não são mais tão essenciais para a venda de imóveis e, sobretudo, porque essas estratégias não geram mais vendas.

As pessoas estão cada vez mais conectadas. Os clientes buscam informações relevantes e diferenciadas para a tomar a decisão de compra e fazem isso no conforto de sua casa ou escritório através de alguns cliques.

Os clientes não querem ficar rodando pela cidade em visitas aos imóveis. Isso resulta em perda de tempo e de dinheiro. As vendas de imóveis não precisam ficar restritas a locais físicos e agendas pessoais. Um cliente não precisa necessariamente visitar os imóveis com os corretores.

A conexão com a internet e a mobilidade mudaram o comportamento do consumidor. O mercado imobiliário está se adequando a esse novo comportamento.

Já é possível observar mudanças nos modelos, processos e softwares usados nas áreas de marketing e comercial de construtoras e imobiliárias.

Assim como outras ferramentas, a realidade virtualé uma das soluções que já estão coexistindo em paralelo aos antigos modelos de vendas. O conceito físico será cada vez mais substituído pelo virtual.

A promoção de uma experiência de compra positiva é determinante. A experiência é um fator decisivo para a concretização de um negócio e a realidade virtual promove uma experiência de compra memorável ao cliente.

As visitas presenciais são praticamente todas substituídas por visitas virtuais. Visitar os imóveis utilizando ferramentas de realidade virtual faz com que o processo de vendas seja mais confortável aos clientes e menos oneroso aos corretores.

A realidade virtual ajuda a preencher lacunas de desempenho, desenvolver habilidades e transmitir conhecimentos de forma mais eficaz e atrativa, promovendo momentos valiosos para os clientes e os encantando com uma experiência de compra imersiva, realista, sensorial e relevante.

Para estar sempre à frente da concorrência é fundamental ficar atento e aderir as tendências do mercado. Projetos com aplicações de realidade virtual são arrojados, inovadores e impactantes, agregando todos esses valores às vendas e aos negócios.

header-picture

 

A realidade virtual e a realidade aumentada são o futuro da computação.

As grandes companhias, como Microsoft, Apple e Google estão investindo cada vez mais em produtos de tecnologia VR e AR.

Gigante das redes sociais, o Facebook tem investido pesado em tecnologia e anunciou o AR Studio para desenvolvedores de realidade aumentada, com ferramentas para facilitar a vida de quem deseja incorporar experiências com tecnologias imersivas no Facebook e Messenger.

O Facebook pretende aumentar ainda mais a disponibilidade de ferramentas de realidade aumentada para que desenvolvedores e entusiastas possam ampliar seu portfólio.

O Facebook já havia apresentado o novo modo de câmera dentro de seu aplicativo móvel que permite o compartilhamento de fotos e vídeos utilizando máscaras, molduras e filtros interativos.

Para a maior rede social do mundo, é preciso ampliar o ecossistema de conteúdos multimídia. Os apps de máscaras e filtros são extremamente populares, no entanto, esses apps têm alto custo de desenvolvimento, exigindo bons softwares e mão de obra qualificada.

O Facebook anunciou o Camara Effects Plataform (Plataforma de Efeitos de Câmera) como um ecossistema que vê na realidade aumentada grande potencial de escala.

O desafio é criar conteúdo, no entanto, para isso é necessário que existam criadores. Pensando nisso, o Facebook trabalha com duas ferramentas gratuitas que permitem que a comunidade crie espectros completos de efeitos de câmera, desde molduras mais simples à experiências completas e interativas de realidade aumentada.

A realidade aumentada tem um grande potencial de aplicação corporativa, por isso, a empresa acredita e aposta mais na realidade aumentada, ainda que continue investindo em realidade virtual.

Novos efeitos já foram disponibilizados como parte do programa AR Studio para quem já utiliza o Facebook Live. Quem se cadastrar e se tornar um desenvolvedor de efeitos pode criar, em tempo real, efeitos para utilizar em transmissões ao vivo, tornando as lives ainda mais envolventes.

As ferramentas do Facebook

  • Frame Studio

É uma ferramenta web que permite a qualquer página ou perfil do Facebook criar molduras para as fotos de perfil ou via nova câmera da rede social. As molduras criadas pelo Frame Studio aparecem na opção câmera de amigos ou fãs das páginas. Os efeitos irão incluir o nome do criador, tanto no post do feed de notícias, quanto no vídeo. O Frame Studio já está disponível para todos.

  • AR Studio

O AR Studio é um software para criação de realidade aumentada que está na versão beta fechada para macOS. Permite que artistas e desenvolvedores possam criar suas próprias experiências AR com molduras animadas, máscaras e efeitos interativos com capacidade para responder a movimentos, ação de espectadores de transmissões (live) e dados de terceiros. Todo o conteúdo produzido a partir do AR Studio está disponível na nova câmera do Facebook.

A plataforma beta tem possui três elementos-chave:

1- Face Tracker: algoritmo operacional que interpreta o que a câmera exibe em tempo real, podendo rastrear o rosto e permitindo que criadores produzam máscaras que se encaixem e respondam aos movimentos faciais sem que haja a necessidade de escrever uma linha de código sequer.

2- Sensor Date: permite aos desenvolvedores criar efeitos no qual as pessoas podem mover o smartphone ao redor do mundo projetado de forma completamente virtual.

3- Sripting APIs: APIs (Interface de Programação de Aplicações) são conjuntos de rotinas e padrões de programação que permite a construção de aplicativos. Permitem acessar e baixar dados das ações dos usuários para modificar os efeitos em tempo real e funcionam através da comunicação entre diversos códigos, definindo comportamentos específicos de determinados objetos em uma interface.

header-picture

 

É uma cadeira motorizada que promete proporcionar experiências imersivas em games de realidade virtual.

Desde seu primeiro anúncio oficial de lançamento, a cadeira Roto VR passou por diversas mudanças e agora tem a capacidade de suportar tanto a realidade virtual, quanto a realidade aumentada, além de conteúdos em 360º.

Embora inicialmente tenha sido projetada para games, de acordo com a empresa, a Roto VR não é compatível com o PlayStation VR. A empresa tenta alcançar outros mercados além dos games, como entretenimento, marketing e educação.

Elliot Myers, criador da Roto RV, estima que a cadeira deva ser vendida e mundialmente entregue a partir de fevereiro desse ano.

A Roto VR permite ao jogador sincronizar a cadeira e seus acessórios de jogos e conteúdo em realidade virtual e aumentada, utilizando motores de movimento, com a capacidade de simular o que acontece no ambiente virtual.

A cadeira também é ideal para simular ambientes em 360º como naves e cabines de pilotagem. A Roto VR tem ainda a possibilidade de ser utilizada em outros tipos de games.

A Roto VR agrega mais de 20 tecnologias distintas e é resultado de anos de pesquisa e desenvolvimento de uma equipe especializada e experiente de profissionais de tecnologia e indústria de jogos.

Características da Roto VR

  • Exploração em 360º de realidade virtual sem cabos emaranhados
  • Recursos motorizados que aprimoram e transformam todos os tipos de experiência VR
  • Roto VR permite a exploração de 360º em conforto absoluto
  • Compatibilidade completa de HMD, atualizável com revistas de cabo Roto VR
  • Seu rastreamento interno fornece experiência VR desacoplada

O objetivo com a Roto VR é criar as experiências mais autênticas possíveis. A Roto VR chega para elevar as experiências em realidade virtual ao próximo nível.

header-picture

 

A realidade virtual é uma maneira de utilizar a tecnologia para criar ambientes concebidos para interação humana.

E isso gera experiências que no mundo concreto não seriam possíveis.

A realidade virtual utiliza uma série de tecnologias para alterar a nossa percepção e cognição. Ela é capaz de criar experiências imersivas únicas e relevantes às pessoas.

As inúmeras vantagens que as aplicações de realidade virtual proporcionam fazem com que grandes projetos sejam lançados no mercado.

A companhia IMAX, especializada e responsável pelo formato de exibição cinematográfica homônimo, anunciou que irá construir um centro de exibições de filmes em realidade virtual na Europa.

Apostando na tecnologia que promete mudar o futuro, a IMAX fechou acordo com a Odeon, exibidora de filmes tradicional no continente europeu.

O local escolhido pela companhia canadense para fundar seu primeiro centro de realidade virtual é o Trafford Centre, sala de cinema da Odeon em Manchester, Inglaterra.

Com instalação de dez cabines totalmente voltadas à realidade virtual, o Trafford Centre será um dos pioneiros no segmento na Europa.

A iniciativa da IMAX em parceria com a Odeon mostra como as grandes potências do cinema estão de olho no futuro proposto pela realidade virtual e suas experiências imersivas.

Pela Europa, os primeiros produtos que estarão disponíveis aos consumidores serão as experiências de Liga da Justiça e de Star Trek, desenvolvidas pela IMAX, Warner e Ubisoft.

A IMAX deve utilizar alguns dos filmes que serão gerados através de seu fundo de produção de conteúdos em realidade virtual para alimentar a programação e o catálogo do Trafford Centre.

Alguns festivais tradicionais já possuem iniciativas voltadas para a realidade virtual e mostras dedicadas à tecnologia surgem frequentemente por todo o mundo.

realidade virtual é uma tendência forte no mercado. A aplicação da tecnologia traz impactos positivos em todos os segmentos, da medicina ao entretenimento.

A realidade virtual permitirá grandes invenções inovadoras que irão criar resultados impressionantes no nosso dia a dia.

 

Tópicos: Realidade Virtual

header-picture

 

A realidade aumentada é vista como uma tendência publicitária.

O principal atrativo da realidade aumentada reside na capacidade de atingir públicos específicos e compartilhar informações de maneira divertida e encantadora.

realidade aumentada é muito utilizada por marcas que desejam oferecer uma experiência diferenciada para seus consumidores. Sua aplicação permite imersão e um envolvimento maior dos consumidores, sendo usada para promover novos produtos e promoções.

A utilização da ferramenta está cada vez mais comum e é uma excelente estratégia para aumentar as vendas. É o que acredita a empresa de shoppings centers, Iguatemi.

A realidade aumentada faz parte da campanha de compras de fim de ano dos empreendimentos da rede de shoppings. Segunda Aline Zarouk, diretora de marketing na Iguatemi Empresa de Shopping Centers, esta nova funcionalidade interativa do aplicativo permite que os clientes embarquem em uma busca itinerante pelos corredores do shopping, atrás de alguns personagens. Os usuários têm a possibilidade de interagir com cada um desses personagens no mundo virtual e colecionar cards online no app do shopping.

A partir do aplicativo e apontando a câmera do smartphone para os totens e cartazes espalhados pelos shoppings, os consumidores podem interagir com os personagens que aparecem em realidade aumentada.

A nova campanha de Natal do grupo segue tendências de mercado relacionadas à experiência mobile e multicanal: o número de smartphones no Brasil cresce muito e já chegou aos 168 milhões, segundo a pesquisa da Comscore de agosto do ano passado.

Para tornar o Natal uma experiência de compra diferenciada a partir de smartphones dos consumidores, a rede Iguatemi investiu na aplicação de realidade aumentada em promoções de suas lojas.

Os shoppings Iguatemi identificaram uma excelente forma de engajar usuários no aplicativo, permitindo que eles ativem as promoções nas lojas. Trata-se de uma inovação estratégica na jornada dentro de centros de compras.

Com 17 shopping centers em todo território nacional, a rede Iguatemi é uma das maiores empresas full service do setor no Brasil e está tendo uma boa recepção da nova funcionalidade.

O Jogo Pokémon GO, exemplo de sucesso em aplicação de realidade aumentada, contudo, embora tenha se revelado uma febre entre os usuários, não serviu de inspiração à rede.

Segundo a diretora de marketing, a campanha de Natal começa a ser pensada com um ano de antecedência e a ideia da ação em realidade aumentada para a campanha da rede aconteceu antes do sucesso do game.

O mercado publicitário ganha muito com o desenvolvimento das altas tecnologias e a realidade aumentada tem mostrado ser uma ótima estratégia para atrair o público consumidor.

A realidade aumentada enriquece uma campanha, apresentando o diferencial de proporcionar uma experiência única. Com consumidores cada vez mais conectados e antenados às tecnologias, as empresas buscam agregar informações de forma inovadoras, lúdicas e memoráveis.

O uso da realidade aumentada em promoções, com a finalidade de alcançar um público maior e aumentar as vendas, é uma excelente forma de garantir um retorno sobre investimento positivo.

Esta é uma tecnologia muito interessante e eficaz para encantar os cliente e estimular a sensação inatingível do sonho realizado. A realidade aumentada é uma ferramenta maravilhosa que faz enorme sucesso com os consumidores, independente de suas idades.

As aplicações de realidade aumentada ajudam as empresas a despertar maior interesse em seus clientes e, acima de tudo, cativá-los, promovendo uma experiência de consumo única, diferenciada e com alto teor de realismo e fantasia.

Utilizar a realidade aumentada em promoções de fim de ano traz diversas vantagens. Entre os benefícios de seu uso estão:

  • Melhorar o relacionamento empresa/público
  • Conquistar novos clientes
  • Criar percepção de que a empresa é inovadora e à frente de seu tempo

Para que as campanhas e promoções de fim de ano com uso da tecnologia sejam eficientes e obtenham sucesso é fundamental buscar parceria com desenvolvedores experientes e com referência em soluções digitais.

header-picture

As novidades com realidade aumentada não param de surgir para a Flex Interativa.

O mais novo projeto entregue foi um jogo de realidade aumentada para o cliente Allianz Parque.

O desafio da equipe foi desde a criação, programação e mecânica de um jogo em realidade aumentada. E é claro que a equipe de desenvolvedores adorou a missão.

O game com a realidade aumentada faz parte do Kit de Natal do Allianz Parque, que já está a venda em quiosques nos shoppings Bourbon e West Plaza e também no Allianz Parque (a entrada para loja é feita pelo portão A, na rua Palestra Itália).

O Kit contém um chocotone de 500 gramas, um porco de pelúcia verde e a ativação do game com realidade aumentada. A edição com o game tem quantidade limitada de exemplares e não estará disponível no varejo.

Para ter o game com a realidade aumentada, é necessário comprar o Kit de Natal e baixar o app Allianz Parque RA, disponível na Google Play e Apple Store.

Quer ter uma experiência inovadora com realidade aumentada? Então corra para garantir sua edição do game.

header-picture

 

Os novos smartphones iPhone X, 8 e 8 Plus apresentados no último evento da Apple foram motivo de comemoração na Flex.

Logo quando começamos a utilizar Realidade Aumentada para nossos clientes, uma de nossas apostas era que grandes players iriam se interessar em aprimorar e popularizar a tecnologia, em um curto espaço de tempo. No caso da Apple o investimento nessa área se deu nas duas pontas: software e hardware.

Primeiro foi na criação da plataforma ARKit para o iOS 11.

Disponibilizada para desenvolvedores, a ferramenta foi criada exclusivamente para os aparelhos da Apple e, em particular, para os novos modelos.

Com um rastreamento de movimentos bem mais estável e com a luz real interagindo com os objetos virtuais, o ARKit conseguiu elevar o grau de realismo de projetos com Realidade Aumentada.

Desde seu lançamento na WWDC, em junho deste ano, já é possível assistir diversos vídeos no Youtube de testes feitos por desenvolvedores experimentando o potencial do ARKit. Os vídeos impressionavam por mostrar a expansão de possibilidades criativas que o kit da Apple proporciona aos artistas e desenvolvedores.

Hoje já existem diversas aplicações disponíveis para os usuários dos novos modelos.

Veja aqui um exemplo de um projeto usando o kit Apple.

Mas para que a Realidade Aumentada desenvolvida no ARKit funcione em toda sua plenitude, foi necessário pensar em novos modelos com um hardware que estivesse preparado para processar todos os recursos que o kit proporciona.

Os iPhones X, 8 e 8 Plus foram pensados e desenvolvidos com foco em Realidade Aumentada. Para isso, foi necessária uma atualização que torna os aparelhos extremamente poderosos.

O iphone X é o mais potente de todos, mas, na média, os novos aparelhos possuem câmeras calibradas para realidade aumentada, com sensibilidade para ambiente menos iluminados, sensores de giroscópio e acelerômetro melhorados, 4K de resolução a 60 fps (quadros por segundo) que ajudam na precisão e fluidez dos movimentos.
iPhone 8

iPhone 8

O sensor de imagem no processador A11 Bionic – considerado o mais poderoso do mundo pela Apple – tem arquitetura 64 bits, 6 núcleos e mais de 4,3 milhões transistores. Com essa configuração ele é 70% mais rápido do que o A10 na alta eficiência dos núcleos e 70% mais rápido com tarefas multithread (capacidade do sistema de executar várias tarefas sem que uma interfira na outra). O resultado é novo chip desenvolvido com para realidade aumentada mas que beneficia – e muito – os games maníacos.

Além disso, podemos somar a GPU, 30% mais rápida que a do A10 e que consome metade da energia.

Nestes vídeos podemos ver uma amostra de como o novo chip se sai na hora de segurar a “onda” de um jogo em Realidade Aumentada.

Francamente, não consigo imaginar em algo que seja mais pesado do que isso!

Curiosidade: No primeiro vídeo, podemos ver um game desenvolvido por ninguém menos que Peter Jackson, premiado diretor da trilogia “Senhor dos Anéis”.


Para nós da Flex Interativa, ver os novos smartphones da Apple com todo este potencial desenvolvido para melhorar a experiência em RA, nos empolga ainda mais para continuar desenvolvendo conteúdo com esta tecnologia.

A Flex é especialista em criar ações relevantes e diferenciadas em Realidade Aumentada para grandes empresas e marcas mas, não é uma tarefa fácil!

Além da criatividade, exige conhecimento técnico para equilibrar conteúdo e performance dos aparelhos. O desempenho e limites técnicos dos smartphones ou tablets em geral já estão melhores, mas ainda tem de ser considerados.

Aparelhos com o desempenho e câmeras voltadas para RA como o iPhone 8 e 8 Plus, Google Tango (que está vindo) ou Asus Zenfone AR somados as ferramentas para desenvolvedores como o ARKit ou ARCore (também da Google) rompem limites técnicos e aumentam as possibilidades de criação, seja para publicidade, comunicação, campanhas, treinamentos gameficados, jogos ou entretenimento.

Mas o maior motivo da nossa festa foi ver a Realidade Aumentada como protagonista na transformação desta nova geração dos smartphones da Apple.

O slogan “Diga alô para o futuro”, nunca foi tão adequado.

header-picture

 

Na Flex Interativa estou sempre trabalhando em parceria com meus clientes e buscando soluções inovadoras.

A pedido do monge D.Bernardo, desenvolvi uma identidade visual, com inovação, para o lançamento da nova linha de cervejas do Mosteiro São Bento. Desde embalagem de entrega até o rótulo com realidade aumentada das cervejas artesanais. Em versões golden ale e red ale, a Cerveja Mosteiro foi lançada em 11 de julho, dia de São Bento.

Em dois meses, foram vendidas 2 mil unidades. A bebida só é comercializada nos três pontos de venda dos beneditinos: a lojinha anexa à abadia, no centro da cidade; a localizada na Rua Barão de Capanema, nos Jardins; e o site www.padariadomosteiro.com.br, com entrega em todo o País.

Nos rótulos das cervejas vem a novidade: realidade aumentada.Baixe o aplicativo CERVEJA MOSTEIRO RA (Google Play e App Store), aponte seu celular para o rótulo e vivencie essa experiência.

Confira a reportagem completa no Estadão.

header-picture

 

Os benefícios do uso da realidade virtual são inúmeros. Muitos setores já utilizam a tecnologia para melhorar seu desempenho

e organizações do mundo todo reconhecem as ricas possibilidades de suas aplicações.

A realidade virtual permite obter informações e viver experiências mergulhando no mundo virtual. Pode-se embarcar em simulações do mundo real  e cenários de ramificação que ampliam o conhecimento profissional.

 

Neste artigo apontamos algumas indústrias que podem tirar grande proveito da tecnologia:

 

  • Saúde: os profissionais da área podem explorar e aprender todos os procedimentos sem colocar em risco o bem-estar dos pacientes. Na área da saúde, por vezes, adquirir experiência de trabalho pode ser inviável, já que cada decisão e ação pode significar a diferença entre a vida e a morte do paciente. O treinamento com realidade virtual permite aos profissionais da saúde simular situações e procedimentos que irão melhorar a qualidade de seus atendimentos. O treinamento com realidade virtual na área pode diminuir os gastos com seguro e os casos de negligência.

 

  • Produção: a área da produção exige muita atenção, pois um único movimento errado pode acarretar consequências terríveis. O treinamento com realidade virtual oferece a chance do operário dominar o sistema e criar uma rotina eficiente e segura para manusear o equipamento. Os instrutores podem monitorar seu desempenho e remediar os problemas com mais rapidez e eficácia. A tecnologia ajuda a prevenir mortes no local de trabalho e evitar violações da conformidade.

 

  • Turismo e Hotelaria: realidade virtual permite que usuários viajem para destinos distantes. Os agentes de viagem podem fazer tours virtuais antes dos clientes fecharem seus pacotes. Na hotelaria, a realidade virtual pode ser usada em treinamento de funcionários, por exemplo, ajudando-os em suas funções e melhorando a interação com os hóspedes.

 

  • Vendas: no setor de vendas há diversas aplicações em realidade virtual. Cenários e simulações baseados em realidade virtual  aperfeiçoam as técnicas de vendas e as habilidades de negociação. Um vendedor pode interagir com um cliente virtual para identificar suas necessidades e apresentar-lhe os produtos mais adequados para ele, por exemplo. Reuniões de equipe podem ser realizadas em ambiente virtual, aproximando e alinhando matriz e filiais.

 

  • Treinamento militar: os militares devem estar preparados para situações extremas e perigosas. Simulações em realidade virtual permitem ganhar experiência em ambiente seguro. A tecnologia também pode ser aplicada para que  os militares experimentem cenários realistas que irão prepará-los para o campo de batalha.

 

  • Imóveis: os agentes imobiliários têm a possibilidade de visitar imóveis em um segundo, sem a necessidade de locomoção, para certificar-se de que são adequados para seus clientes. Os profissionais dessa área podem utilizar a realidade virtual para orientar novas contratações e acordos. Também é possível a visitação em locais que ainda não foram construídos para se ter uma ideia do layout do imóvel.

 

Essas são apenas algumas indústrias que podem se beneficiar com as aplicações de realidade virtual. A tecnologia é bastante abrangente e versátil, podendo ser aplicada em diversos nichos e segmentos de mercado.

 

A realidade virtual ajuda a preencher lacunas de desempenho, desenvolver habilidades e transmitir conhecimentos de forma mais eficaz e atrativa.

header-picture

A realidade aumentada, tecnologia que ganhou forças e inúmeros entusiastas com o jogo Pokémon GO, é uma excelente ferramenta para treinamentos e formação profissional.

A realidade aumentada permite ao usuário acessar e interagir com objetos e informações virtuais a partir de dispositivos móveis. Por tratar-se de uma tecnologia interativa e imersiva, a realidade aumentada cria um ambiente propício para desenvolver treinamentos corporativos.

Nesta área, as aplicações de realidade aumentada são utilizadas para sistemas de controle, a partir de painéis, botões e objetos digitais, por meio de dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

A realidade aumentada trabalha com marcadores (targets), sendo imagens pré definidas on-line ou off-line e as substitui por modelos gráficos, adicionando informações e dados complementares. A tecnologia pode ser usada ao apontar câmeras de smartphones ou tablets para qualquer imagem ou texto programados para essa aplicação.

As aplicações também são excelentes alternativas para otimizar a formação técnica de diversos profissionais. Por isso, a realidade aumentada na educação tem sido aproveitada de forma positiva.

Escolas de idiomas e faculdades de medicina, por exemplo, fazem uso da realidade aumentada para simular situações, expor novos e diferentes conteúdos, melhorando a compreensão dos estudantes e tornando o processo de aprendizagem mais dinâmico.

 

Treinamento e entretenimento

Lembre-se, o bem mais valioso de uma empresa é a sua equipe. Portanto, treinamentos, cursos de aprimoramento e especialidades são sempre ações positivas, tanto para os funcionários, quanto para a empresa.

A tecnologia possibilita diversas maneiras de treinamentos em que o treinando vive situações próximas da realidade concreta, preparando-o para situação real futura.

Empresas automobilísticas utilizam a realidade aumentada em diversas áreas, desde a montagem à publicidade. É possível ainda, fazer um treinamento de segurança do trabalho, aplicando normas de saúde e segurança do trabalho. Treinamentos tecnológicos apresentam diversas vantagens. Entre os principais estão: feedback imediato, avaliações e atualizações contínuas.

Outra vantagem da realidade aumentada é que os custos são bem mais baratos do que os presenciais, e podem ser utilizados e modificados de acordo com a necessidade da empresa.A acessibilidade possibilita a implementação da educação em todo o processo de treinamento.

As grandes empresas tecnologias do mundo todo já estão competindo para ver quem será o líder do mercado das realidades digitais. A área tem se tornado ampla e muito competitiva.

Facebook, Google e Microsoft são os principais desenvolvedores de destaque com aplicações de realidade aumentada.

ale lembrar, que ao implementar realidade aumentada em treinamentos é imprescindível trabalhar com consultoria especializada, fazendo com que o treinamento possa se destacar tanto interna, quanto externamente à empresa. Por isso, a comunicação e o marketing são partes integrantes e fundamentais do sucesso treinamento.

 

header-picture

Há algum tempo que a realidade aumentada não é mais novidade. No entanto, cada nova aplicação da tecnologia surpreende e encanta o usuário que a utiliza.

O poder de inovação da realidade aumentada é indiscutível. Seu poder imersivo cria experiência memorável e inusitada.

Mais aplicações de realidade aumentada vêm sendo desenvolvidas com sucesso. Engana-se quem pensa que a realidade aumentada se limita ao setor de games e entretenimento.

Aplicações úteis e que facilitam as nossas rotinas estão sendo empregadas em diversos setores de mercado.

A Jaguar Land Rover apresentou recentemente um para-brisa que exibe informações virtuais de vários tipos ao condutor do veículo.

A vantagem de sistemas assim é que o motorista pode realizar tarefas ou receber informações sem desviar os olhos do trânsito.

A iniciativa não é nova, uma vez que ideias parecidas já foram desenvolvidas e aplicadas por outras montadoras.

Mas, a Jaguar promete ainda mais novidades: a companhia está pensando em substituir os espelhos retrovisores por imagens projetadas no para-brisa.

Além disso, a montadora está trabalhando com sensores para permitir que o condutor dê comandos ao carro por meio de gestos.

O que chama a atenção no Jaguar Virtual Windscreen, codinome do sistema, é propor alguns recursos típicos de jogos de corrida.

O Jaguar Virtual Windscreen pode exibir no para-brisa alertas de frenagem, informações de rotas estabelecidas pelo GPS, dados do painel de instrumentos (velocidade, giro do motor, nível de combustível, etc.), condição de determinados componentes do carro, entre outros.

A Hyundai desenvolveu um aplicativo de realidade aumentada para mostrar informações sobre o automóvel. Basta instalar o aplicativo, batizado de Hyundai Virtual Guide, pegar o dispositivo móvel e apontar para o painel ou para a parte da frente do carro.

O Virtual Guide mostra informações sobre componentes, dispensando a ajuda do famoso e fatídico manual de instruções. O guia possui mais de 80 vídeos tutoriais, 50 guias (que estariam no manual de instruções) e seis demonstrações em 3D que mostram como executar tarefas, como checar a água, trocar óleo e outros.

Além de usar realidade aumentada, o aplicativo também tem uma série de imagens interativas que reúnem informações sobre interior e o exterior do veículo.

A Ferrari também já criou um aplicativo para pintar o veículo virtualmente e exibir alguns componentes. O aplicativo usa a câmera traseira do disposto para interagir com o veículo.

A realidade aumentada nos carros pode ajudar a aumentar a segurança e enviar acidentes no trânsito. A proposta é facilitar a vida do motorista, trazendo informações importantes tanto do percurso, quanto do veículo.

Aplicações de realidade aumentada podem ser bastantes abrangentes; quando falamos de carros, a realidade aumentada pode ser uma verdadeira “mão na roda”.

header-picture

A realidade aumentada (RA) é a integração de informações virtuais com o mundo real.

O usuário dessa tecnologia pode ver o mundo real juntamente com imagens geradas por computador, projetadas e perfeitamente integradas.

realidade aumentada na educação pode ser aplicada trazendo novos ambientes de aprendizado. O foco é projetar dados e informações diante dos nossos olhos otimizando a retenção de conteúdo e tornando a aprendizagem mais divertida e interessante.

A realidade aumentada oferece caminhos educacionais que permitem aos sujeitos envolvidos interagirem em um ambiente de aprendizagem social, colaborativo e ativo.

Essas potencialidades proporcionadas pelas mídias digitais estimulam a imaginação e permitem que o conhecimento seja construído dentro de um contexto social imersivo.

A tecnologia ajuda no engajamento do estudante, pois envolve vários elementos culturais da humanidade. A realidade aumentada proporciona experiência empática que aumenta o interesse do estudante e estimula a autonomia, já que é possível que o próprio aluno explore e aprenda por meio de interações.

Alguns livros já vêm acompanhados de aplicativos que reforçam através de animações, demonstrações, vídeos, exercícios e novas funcionalidades o impacto que a realidade aumentada vem causando na educação.

A experiência que une algo lúdico com a tecnologia de ponta é uma excelente oportunidade para promover o conhecimento e propagá-lo.

No mercado já existem aplicações educativas de realidade aumentada. A realidade aumentada permite processos didaticamente melhor explicados, onde situações e acontecimentos antes distantes são agregados ao mundo concreto do estudante, permitindo integração e interatividade completas.

A Google Expedition é uma aplicação tecnológica construída com a ajuda de professores, permitindo que estudantes conheçam mais de 100 destinos, explorando aspectos históricos, geográficos e culturais de forma.envolvente e inspiradora.

realidade aumentada na educação gera diversos benefícios. Destacamos alguns desses benefícios, independente da área do conhecimento:

 

  • Facilita a memorização do conteúdo
  • Melhora o entendimento do assunto
  • Engaja os estudantes
  • Melhora a participação do aluno em sala de aula
  • Enriquece conteúdos com elementos audiovisuais
  • Agrega conteúdo digital ao mundo real

 

realidade aumentada na educação pode revolucionar todo o sistema de ensino, elevando sua qualidade.

 

header-picture

O uso de realidade aumentada (RA) já é extremamente popular no mercado. O jogo Pokémon GO virou febre entre crianças, adolescentes e adultos.

Em pouquíssimo tempo o game com aplicação de realidade aumentada tornou-se viral.

Algumas grandes marcas conseguiram implementar a realidade aumentada em seus projetos com bastante sucesso Atualmente, a tecnologia é mais acessível a muitas empresas e desenvolvedores  que oferecem aplicativos de RA.

A RA permite ver o mundo a partir de uma nova perspectiva, integrando as informações virtuais com as do mundo real, criando um ambiente misto em tempo real.

Por exemplo: um usuário da RA pode utilizar um smartphone, e através dele, poderá ver o mundo real, bem como imagens geradas por computador, projetadas e perfeitamente integradas.

É um sistema que:

  • combina elementos virtuais com o ambiente real;
  • é interativo e tem processamento em tempo real;
  • é concebido em três dimensões.

Graças ao progresso tecnológico, os dispositivos podem determinar a localização de elementos gráficos com alta precisão, possibilitando a interação com eles. O uso de realidade aumentada também requer muito trabalho com o conteúdo gerado em plataformas de Games.

O desenvolvimento de RA requer habilidades específicas. Caso você esteja pensando em criar um aplicativo de realidade aumentada de Android ou iOS, é fundamental optar por uma empresa de desenvolvimento RA com experiência e referência de trabalho com esta tecnologia.

O custo para desenvolver uma aplicação RA depende de diversos fatores. A razão pela qual empresas não conseguem definir um custo de desenvolvimento da aplicação está na ambiguidade do projeto. Para criar um aplicativo RA é necessário definir seus objetivos, determinar a funcionalidade e desenvolver uma estratégia de negócios para se destacar no mercado.

Separamos alguns exemplos de aplicações RA bem sucedidas para inspirar implementações de ideias de inicialização incríveis e inovadoras que poderão encantar você e, futuramente, os seus clientes.

Citamos algumas marcas que obtiveram enorme êxito com aplicações de realidade aumentada. Confira:

  • ReVistor- Create 3D Augmented Reality

Trata-se de um aplicativo para descobrir o mundo com a ajuda da realidade aumentada. Existem duas versões autônomas mas, com conceitos diferentes. O primeiro é a experiência de modelos 3D de diversas categorias (fantasia, arquitetura, paisagismo, etc.) na localização real. Escolhe-se qualquer modelo que se deseja e coloca-se em lugar específico através de uma ferramenta de mapa fácil de usar.

  • ReVistor History

Tem como objetivo salvar memórias e reproduzir eventos históricos. Permite que os usuários vivenciem eventos históricos e acessem locais desses eventos em sua localização real.

  • Pokémon GO

O jogo de realidade aumentada utiliza locais reais para que jogadores busquem Pokémons espalhados pelos quatro cantos do mundo. Os usuários podem pegar quantos Pokémons forem possíveis e treiná-los para batalhas virtuais. Esta é uma das aplicações RA mais populares e lucrativas de todos os tempos.

  • Lego

A Lego utiliza RA para melhorar a consciência da marca. O catálogo interativo, com modelos 3D ao vivo, é a melhor forma de engajar novos clientes e aumentar a fidelidade do público. Com a ajuda do aplicativo, é possível ter uma visão dos produtos 3D Lego do tamanho real, com todos os seus recursos e visão de 360° dos modelos.

  • Heineken

A empresa criou uma campanha promocional chamada Legendary 7. A campanha mostrou-se um verdadeiro sucesso entre os fãs de cerveja. Os rótulos das garrafas ganharam conteúdos interativos que aparecem quando digitalizados. Os espectadores assistem a vídeos animados sobre os agricultores, podendo até mesmo tirar selfies com seus rostos sobrepostos em uma imagem de um dos fazendeiros de forma divertida, podendo compartilhar a foto nas redes sociais, aumentando, portanto, a consciência da marca. A Heinekentem mais um exemplo de uso bem sucedido de realidade aumentada para fins publicitários. Novas campanhas temáticas, originais e inovadoras são lançadas a cada ano.

  • IKEA

A gigante do mercado de móveis e acessórios para o lar é famosa pela utilização de tendências tecnológicas para promover o crescimento das vendas. Em 2013, a empresa apresentou um catálogo de realidade aumentada em que os clientes podiam testar diferentes peças de mobiliário em suas casas antes de efetuar a compra. O aplicativo ajuda a fazer a compra e, ainda, promove a empresa e aumenta a consciência da marca, pois uma campanha de varejo visionária ajuda a responder as questões e dúvidas dos clientes.

O uso de aplicações RA é uma forte tendência no mercado, pois promove a inovação e a interatividade, dando visibilidade às marcas e encantando consumidores. Agora você já tem bons motivos para pensar no desenvolvimento de aplicações de realidade aumentada em sua empresa.

header-picture

Entre as metas para o sucesso de uma empresa deve estar a Inovação.
A inovação é totalmente objetiva e mensurável mas, anda junto da criatividade.

Todas as ideias inovadoras começam como ideias criativas, mas nem todas as ideias criativas se tornarão inovadoras. As duas em harmonia geram mais valor às organizações, que se sobressaem como pioneiras a serem seguidas.

Inovação é um processo. E a habilidade de criatividade é aplicada em todo o processo de inovação de diversas formas. A criatividade é fundamental durante o processo de inovação, pois se não há uma ideia, não há nada para desenvolver e implementar.

Pontos relevantes em inovar

  1. Identificação de oportunidades e problemas: Essa etapa é de responsabilidade dos níveis hierárquicos mais altos da empresa. Quais problemas que afligem e podem ser resolvidos com inovações? Quais oportunidades poderiam criar antecipando-se ao mercado? Aqui deve haver um número limitado de desafios e oportunidades, e a identificação de um prazo para o seu desenvolvimento.
  2. Entendimento da oportunidade ou problema: Se for algo ligado ao comportamento ou ao envolvimento de pessoas, uma elaborada pesquisa antropológica é recomendada. Como as pessoas agem em tal situação? Que outras soluções existem para o mesmo problema? Nessa etapa é preciso fazer anotações, tirar fotografias de situações que possam ilustrar o problema ou a oportunidade, conversar com especialistas.
  3. Troca de ideias sobre a oportunidade ou o problema: Nada como uma boa conversa sobre a problemática, suas circunstâncias e suas alternativas. Se necessário, volte ao campo.
  4. Ideação: Depois de ter explorado exaustivamente o entendimento da questão, há a etapa de geração de ideias. Aqui, é recomendável diversas técnicas: brainstorming, associação de ideias, design thinking. O importante nessa fase é gerar o maior número possível de ideias, sem filtros ou restrições. Vale tudo: copiar, colar, adaptar, modificar, unir pedaços e fragmentos.
  5. Agrupar e selecionar ideias: É importante deixar as ideias descansarem, ou, os autores descansarem das suas ideias. As ideias ajustadas devem virar uma proposta de projeto, que será submetida para avaliação.
  6. Seleção de ideias ou projetos: Existe um conceito de “feira de ideias”, em que os autores apresentam suas propostas para terceiros. Em alguns casos, as ideias são votadas, em outros, compradas. Já foram criadas ações para as compras de ideias. Esse momento é quando os vendedores fazem de tudo para convencer os compradores de que suas ideias ou projetos são as melhores. Deve ser também um momento descontraído e, sempre que possível, alegre.
  7. Desenvolvimento das ideias: Os conceitos selecionados devem ser elaborados usando os critérios e os métodos de gestão de projetos usados nas empresas. O objetivo agora é a transformação das ideias e dos projetos em algo que possa ser testado e aplicado. O não desenvolvimento das ideias selecionadas pode comprometer o futuro dos projetos de inovação na empresa.

Inovação é sinônimo de inquietação, de movimento, de busca de solução, de geração de valor. Hoje em dia, ela é o combustível para o futuro de qualquer negócio.

As ideias devem ser criativas mas, aplicáveis, para que transcendam o discurso é tornem-se ações e soluções eficientes e efetivas para os clientes e, também, para a própria empresa que investe em inovação.

header-picture

Realidade virtual é a criação de um ambiente digital, tridimensional, apresentado aos nossos sentidos de maneira que a percebemos como real.

Ela utiliza uma série de tecnologias para atingir o objetivo de alterar a nossa percepção e cognição.

A realidade virtual é um tipo de realidade digital; uma forma de utilizar a tecnologia para criar ambientes concebidos para interação humana. A realidade virtual pode ser, portanto, projetada precisamente para a interação humana, criando experiências que não são possíveis no mundo concreto.

A realidade virtual permite a aprendizagem experiencial, aprendizagem baseada em cenários, aprendizagem social, treinamento no local do trabalho e, muito mais.

A realidade virtual apresenta uma grande vantagem: é capaz de criar experiências imersivas únicas e relevantes às pessoas. Muitas empresas já adotaram essa tecnologia e novas experiências são criadas constantemente.

Existem diversas maneiras inovadoras para que empresas apliquem a realidade virtual nos negócios, sobretudo quando o foco é beneficiar o consumidor e  melhorar as experiências vivenciadas por ele.

O uso de realidade virtual em sala de aula, por exemplo, poderá revolucionar a educação. A tecnologia nos permitirá criar qualquer ambiente para interações simuladas. Qualquer sala de aula, para qualquer atividade, para qualquer propósito será possível criar através da realidade virtual.

A implementação desta tecnologia proporciona imersão, interação e envolvimento do usuário. É, portanto, fundamental que a aplicação convença o usuário de que o que ele está vendo é mesmo real. Os exemplos mais comuns das aplicações desta tecnologia são nos jogos digitais.

Na medicina a aplicação de realidade virtual é impactante, permitindo simulações e projeções de procedimentos médicos.

A realidade virtual deixou de ser uma inovação para se tornar uma tendência. A aplicação desta tecnologia traz impactos positivos nas áreas da educação, entretenimento, saúde, segurança, indústria automotiva e outras.

Para experimentar uma experiência premium em realidade virtual é necessário um PC ou Notebook  potente, óculos especiais como HTC VIVE, headsets, controles e sensores de movimentos . Além disso, criar um ambiente próprio para montar tudo e realizar as experiências virtuais é imprescindível, o espaço mínimo para a experiência é de 1.5×2.00 . Isto permitirá que a experiência atinja outro nível, proporcionando interação de ambiente, profundidade e movimento em espaço tridimensional.

A realidade virtual permitirá grandes invenções que gerarão resultados impressionantes para o nosso dia-a-dia.

header-picture

No marketing digital o desafio é buscar as potencialidades das tecnologias como estratégia para atrair e ampliar o público e, consequentemente, aumentar as vendas.

A realidade virtual é o futuro do marketing como um todo, podendo criar experiências significativas para o público, gerando engajamento e fidelização de uma marca, através de vivências imersivas com produtos, serviços ou temas. Os métodos de RV em combinação com estratégias de marketing digital ajudarão a moldar o futuro dos negócios, pois a população está cada vez mais conectada.

Criar experiências inovadoras e impactantes é fundamental para se destacar no universo dinâmico e competitivo que é o ambiente digital. Com RV é possível levar as pessoas para dentro do canal de comunicação, além disso, ela é a interface avançada do usuário e tem como características fundamentais a visualização e movimentação em ambientes tridimensionais.

realidade virtual revolucionará o marketing digital de diversas formas. Como você pretende integrar a realidade virtual em sua campanha de marketing?

Veja abaixo 6 maneiras de revolucionar o marketing digital

1- Implementar percepções abstratas: as percepções abstratas podem envolver o uso de hologramas para implementar o mundo real em torno de um personagem, produto ou tema.

2- Simuladores interativos: é possível criar simuladores interativos baseados em realidade virtual. Na indústria farmacêutica, por exemplo, uma empresa desenvolveu um simulador de sintomas de enxaqueca para aumentar a conscientização das pessoas sobre as dores crônicas.

3- Recolher dados em tempo real: o potencial de coleta de dados em tempo real ajuda as empresas a fazer mudanças mais rápidas nos protocolos de marketing. Se uma campanha de marketing orientada por RV produz resultados desfavoráveis, pode-se criar uma outra opção digital que seja mais adequada para aquele público determinado.

4- Aumentar o envolvimento do consumidor: melhorar o envolvimento do consumidor envolve diferentes fatores. A realidade virtual é um dos fatores mais poderosos para o engajamento do cliente. Quando implementada de maneira correta, pode ajudar os consumidores a experimentar como um produto ou serviço se adequa melhor às suas necessidades.

5- Visualização imediata de resultados: uma empresa poderá ter um grupo de foco virtual interagindo em tempo real e, assim, saber o número exato de visualizações de um produto ou serviço e entender as reações do público, obtendo os resultados das campanhas imediatamente. Isso permitirá a busca de soluções e melhores estratégias às marcas.

6- Aumento da interação virtual: o Facebook começou a imprimir marketing de realidade virtual com a aquisição da Oculus Rift. A ideia é permitir que duas ou mais pessoas interajam virtualmente. Os óculos são muito difundidos entre os amantes de jogos de realidade virtual. O Facebook continuou a se expandir com as fotos de 360 graus, que permitem aos usuários a percepção de que estão na área exata que a fotografia está mostrando.
Apesar da realidade virtual estar mais presente em nossos dias, o ápice do uso desta tecnologia no marketing digital ainda não aconteceu. Porém, espera-se que não demore muito para que a realidade virtual esteja mais presente no cotidiano de todos nós.

header-picture

A realidade virtual é uma tendência no mercado de consumo. Isso porque ela permite experiências imersivas de marketing. Dentro dessas experiências imersivas, os usuários podem explorar e desenvolver uma jornada pessoal.

O uso de realidade virtual no marketing é múltiplo. Para comerciantes B2B, as experiências podem ser transformadoras se desenvolvidas e aplicadas de forma a mantê-las relevantes para a solução da empresa e avaliação do comprador.

Para que experiências em RV sejam eficazes como ferramentas  de marketing B2B, devem integrar as três dimensões do engajamento: intelectual, sensorial e emocional.

Em alguns ambientes RV avançados, os usuários podem interagir com objetos no ambiente virtual e, além de verem como eles operam, podem também obter informações importantes.

Quando plataformas de marketing inovadoras são usadas para conectar clientes potenciais e clientes em nível emocional, transcende-se os relacionamentos tradicionais de marketing e vendas, cultivando clientes entusiasmados com as soluções criadas para eles.

Produtos e equipamentos manufaturados grandes ou complicados parecem mais adequados ao marketing de RV no momento. As vendas de equipamentos de construção, dispositivos médicos ou robôs industriais, tradicionalmente, requerem visitas a sites e feiras para demonstração de funcionamento. No entanto, com a realidade virtual isso pode ser feito utilizando-se fones de ouvido e óculos desenvolvidos para tal.

A realidade virtual facilita as experiências imersivas para comerciantes B2B, ampliando a receptividade dos consumidores para as principais proposições de valor de todo o ciclo de vida do cliente, o que é a verdadeira realização do setor de marketing.

A realidade virtual se destaca por permitir colocar os clientes em uma simulação de produto virtual e, ainda, permitir ao comerciante estar no mesmo ambiente, interagindo e conversando com eles.

A realidade virtual pode aumentar exponencialmente o engajamento dos clientes. Pesquisas do Laboratório Virtual de Interação Humana de Stanford mostram que as simulações de realidade virtual podem ser motivadoras poderosas para o comportamento de compras das pessoas.

A eficiência de uma simulação em realidade virtual pode ser medida em tempo real. A análise de RV pode determinar qual é produto que o cliente está interessado, quais partes da apresentação são mais atraentes e qual cliente será provável comprador.

A realidade virtual permite capturar a atenção dos clientes para mostrar o que torna o produto excepcional, ou seja, ela permite que se reivindique o público cativo do produto. Este é apenas o começo da RV como meio de marketing. Os comerciantes precisarão se mover rapidamente para aproveitar esta tecnologia como uma forma de potenciar os seus negócios e criar um novo canal de venda.

E você? Está preparado para esta inovação?

header-picture

O desenvolvimento da realidade aumentada requer conhecimentos específicos.

Caso você esteja pensando em utilizar um aplicativo de RA, é necessário contratar uma empresa desenvolvedora que tenha experiência com esta tecnologia, principalmente com desenvolvimento de Games.

Os aplicativos RA, na maioria das vezes, trabalham com elementos 2D e 3D, que são processados pelos dispositivos dos usuários. Uma boa experiência em processamento de imagens é uma habilidade imprescindível para desenvolvedores de aplicativos de realidade aumentada.

Entre as principais possibilidades estão games, conteúdos através de vídeos, informações adicionais, treinamentos, entre outros.

Esteja ciente quanto à experiência e prática da empresa contratada para desenvolver aplicativos de realidade aumentada. Três pontos merecem sua atenção:

  1. Experiência no desenvolvimento de realidade aumentada;
  2. Exemplos de aplicações e tecnologias utilizadas;
  3. Possibilidades para testar as habilidades da equipe.

Quanto aos custos de desenvolvimento de RA, depende de inúmeros fatores, incluindo objetivos e expectativas.

Caso seu desejo seja oferecer uma experiência de usuário única, potencializar sua marca e fidelizar os clientes, o investimento em aplicativos personalizados de realidade aumentada deve ser considerado. Esses aplicativos exigem abordagem individual, gerenciamento do projeto com foco nos resultados, muito esforço e trabalho junto à equipe de desenvolvimento, no entanto, os resultados são positivos e superam as expectativas.

Os investimentos dos projetos personalizados dependem dos recursos a serem implementados no aplicativo e sua complexidade. Esteja preparado para obter diferentes cotações para diferentes plataformas, devido às particularidades e complexidades de desenvolvimento específico de cada plataforma.

Os aplicativos em realidade aumentada podem ser implementados em diversas áreas do mercado, dependendo dos requisitos da indústria e dos objetivos do projeto.

A realidade aumentada tornou-se popular no mercado nos últimos anos. A RA é acessível a todos empresas e desenvolvedores individuais oferecem esses serviços, portanto, utilizar a tecnologia para beneficiar os negócios é uma excelente e sempre inovadora solução.

 

header-picture

Os consumidores querem passar por experiências mais profundas;

desejam sentir e conhecer previamente os produtos que consomem. Assim, o setor publicitário se tornou mais complexo, exigindo muito mais que domínio em comunicação.

Para aumentar o engajamento do cliente e o retorno dos investimentos publicitários, as marcas lançam mão de todas as estratégias possíveis. A tecnologia disponível traz novas possibilidades de uso de ferramentas e aplicativos, que encantam e conquistam os clientes.

Aumentar o envolvimento dos consumidores é um desafio para os profissionais de marketing. A inovação permite que o cliente tenha contato direto com os produtos ofertados e tenha com eles uma vivência interativa. Uma boa estratégia é o uso da realidade aumentada nas campanhas publicitárias.

Muitas empresas já fazem uso desta tecnologia, que oferece às marcas a oportunidade de criar experiências imersivas para os clientes que estendem as comunicações de marca e consumidor para além da publicidade tradicional.

Em outras palavras, a realidade aumentada muda o controle da experiência de marketing da marca para o cliente. O deslocamento de controle para os consumidores aumenta os níveis de engajamento dos mesmos.

Os níveis mais elevados de engajamento de uma marca ocorrem quando os usuários podem interagir com uma campanha, ao invés de apenas percebê-la e manipulá-la. A interação com o conteúdo da marca é o ponto fundamental para o engajamento do cliente.

Além de incorporarem vários tipos de envolvimento do cliente, as campanhas publicitárias com realidade aumentada também devem ser alinhadas com o programa geral de marketing de uma marca.

O componente de realidade aumentada deve apoiar-se em outros aspectos do marketing, assim sendo, esta tecnologia é a escolha natural para ampliar a longevidade das campanhas publicitárias.

Para manter os mais altos níveis de envolvimento do cliente e, portanto, o maior retorno do seu investimento em realidade aumentada é importante que se ofereça incentivos adequados para que os consumidores participem ativamente das campanhas.

Empresas que gastam milhões em anúncios precisam justificar suas despesas de marketing com um ROI elevado. A realidade aumentada oferece essa oportunidade, criando uma experiência imersiva que combina conteúdo digital com o mundo físico e cotidiano dos consumidores.

O engajamento do cliente tornou-se pessoal e é esse o potencial exclusivo da realidade aumentada, pois permite ampliar a quilometragem das campanhas de marketing e, ainda, aumentar o seu ROI.

As iniciativas em realidade aumentada maximizam os resultados das campanhas e aumentam o engajamento do público. A tecnologia promove emocionantes oportunidades e tendências para melhorar as campanhas publicitárias, aumentando o engajamento do público e o retorno sobre os investimentos.

header-picture

O uso da tecnologia tornou-se uma forte tendência no mercado de marketing e propaganda.

O uso de Realidade Aumentada é cada vez mais popular em agências de comunicação, atuando como grande aliada em campanhas publicitárias, proporcionando inovação tecnológica e gerando mais valor às marcas.

Inovadora e criativa, esta tecnologia pode ser utilizada para criar campanhas mais interativas e com maior poder de engajamento, sendo um veículo utilizado para facilitar a interação com o público nas campanhas, tornando-as mais atraentes.

Muitas empresas já utilizam com sucesso a realidade aumentada para criar novas formas de conectar-se com os clientes. O uso da realidade aumentada permite que a imaginação dos clientes os guie, tornando a experiência com o produto imersiva, mais encantadora e lúdica.

As agências de comunicação passaram a usar aplicativos na internet para implementar suas estratégias de marketing para mídias sociais, adicionando filtros divertidos, animações e interação criativa com produtos e objetos cotidianos.

A realidade aumentada permite as experiências em terceira dimensão, permitindo que o espectador veja anúncios mais detalhados ou, ainda, em sua visão periférica, criando experiências únicas e inesquecíveis para o consumidor e aumentando o engajamento e a afinidade com a marca.

A mensagem de uma marca deve ser prioridade em campanhas publicitárias ou de marketing. Portanto, ao fazer uso da realidade aumentada os anunciantes devem ser criativos mas, sem deixar de destacar o valor exclusivo do produto anunciado.

Dominar o processo de comunicação é fundamental para as agências e o uso de ferramentas tecnológicas é necessário, pois otimiza este processo, tornando-o mais eficiente e, ao mesmo tempo, mais simples.

Para garantir bom desempenho e resultado positivo existem ferramentas sofisticadas que executam tarefas como: métricas de mensuração, plataformas tecnológicas, redes de integração entre sistemas e aplicações, operações de marketing e experiências da marca no ambiente digital.

É impossível pensar em comunicação sem que a inovação não esteja unida aos processos de interação com o público. A tecnologia é um instrumento indissociável da comunicação e, com o avanço das ferramentas tecnológicas, o processo de criação de campanhas deve considerar a aplicação de novos recursos que ofereçam soluções além da comunicação.

As agências devem experimentar novas tecnologias e novas formas de apresentar seus produtos. A realidade aumentada apresenta diversas maneiras das marcas chegarem aos seus potenciais consumidores. As agências de comunicação devem utilizar a tecnologia como parceira para inovar e potencializar suas campanhas.

A tecnologia está cada vez mais presente em campanhas de publicidade, impactando o consumidor, prendendo a sua atenção e gerando experiências satisfatórias que promovem mudanças em seu cotidiano.

header-picture

Os benefícios do uso da realidade virtual são inúmeros. Muitos setores já utilizam a tecnologia para melhorar seu desempenho

e organizações do mundo todo reconhecem as ricas possibilidades de suas aplicações.

A realidade virtual permite obter informações e viver experiências mergulhando no mundo virtual. Pode-se embarcar em simulações do mundo real  e cenários de ramificação que ampliam o conhecimento profissional.

 

Neste artigo apontamos algumas indústrias que podem tirar grande proveito da tecnologia:

 

  • Saúde: os profissionais da área podem explorar e aprender todos os procedimentos sem colocar em risco o bem-estar dos pacientes. Na área da saúde, por vezes, adquirir experiência de trabalho pode ser inviável, já que cada decisão e ação pode significar a diferença entre a vida e a morte do paciente. O treinamento com realidade virtual permite aos profissionais da saúde simular situações e procedimentos que irão melhorar a qualidade de seus atendimentos. O treinamento com realidade virtual na área pode diminuir os gastos com seguro e os casos de negligência.

 

  • Produção: a área da produção exige muita atenção, pois um único movimento errado pode acarretar consequências terríveis. O treinamento com realidade virtual oferece a chance do operário dominar o sistema e criar uma rotina eficiente e segura para manusear o equipamento. Os instrutores podem monitorar seu desempenho e remediar os problemas com mais rapidez e eficácia. A tecnologia ajuda a prevenir mortes no local de trabalho e evitar violações da conformidade.

 

  • Turismo e Hotelaria: realidade virtual permite que usuários viajem para destinos distantes. Os agentes de viagem podem fazer tours virtuais antes dos clientes fecharem seus pacotes. Na hotelaria, a realidade virtual pode ser usada em treinamento de funcionários, por exemplo, ajudando-os em suas funções e melhorando a interação com os hóspedes.

 

  • Vendas: no setor de vendas há diversas aplicações em realidade virtual. Cenários e simulações baseados em realidade virtual  aperfeiçoam as técnicas de vendas e as habilidades de negociação. Um vendedor pode interagir com um cliente virtual para identificar suas necessidades e apresentar-lhe os produtos mais adequados para ele, por exemplo. Reuniões de equipe podem ser realizadas em ambiente virtual, aproximando e alinhando matriz e filiais.

 

  • Treinamento militar: os militares devem estar preparados para situações extremas e perigosas. Simulações em realidade virtual permitem ganhar experiência em ambiente seguro. A tecnologia também pode ser aplicada para que  os militares experimentem cenários realistas que irão prepará-los para o campo de batalha.

 

  • Imóveis: os agentes imobiliários têm a possibilidade de visitar imóveis em um segundo, sem a necessidade de locomoção, para certificar-se de que são adequados para seus clientes. Os profissionais dessa área podem utilizar a realidade virtual para orientar novas contratações e acordos. Também é possível a visitação em locais que ainda não foram construídos para se ter uma ideia do layout do imóvel.

 

Essas são apenas algumas indústrias que podem se beneficiar com as aplicações de realidade virtual. A tecnologia é bastante abrangente e versátil, podendo ser aplicada em diversos nichos e segmentos de mercado.

 

A realidade virtual ajuda a preencher lacunas de desempenho, desenvolver habilidades e transmitir conhecimentos de forma mais eficaz e atrativa.

header-picture

A transformação do marketing com as novas tecnologias de RA e RV

As tecnologias que surgem a cada dia ajudam diversos segmentos e permitem novas experiências para os usuários.

O uso da realidades virtual e aumentada tem sido aplicado em diversas áreas como medicina, arquitetura, educação e marketing.

Líderes de marketing afirmam que a inteligência artificial e a tecnologia são essenciais para ajudá-los a criar experiências personalizadas para os clientes.

Algumas empresas estão adicionando a realidade virtual e a realidade aumentada efetivamente em suas ações de marketing.

Jaguar Land Rover lançou uma experiência imersiva que permite que os clientes projetem e personalizem virtualmente os seus propósitos veículos através de um fone de ouvido de RV.O sucesso da campanha é visível: a Jaguar está implementado tecnologia de realidade virtual para mais de 1.500 varejistas em 85 mercados.A Tesco é uma marca que utiliza com sucesso a realidade virtual em sua estratégia de marketing. O aplicativo Discover Tesco permite que os clientes digitalizem os rótulos dos produtos Tesco e vivenciem experiência imersivas na loja.O catálogo físico da Home Book inclui um “visualizador de almofadas” que possibilita que o cliente visualizar produtos e escolher o melhor para sua casa por meio de dispositivos móveis.

A inteligência artificial depende muito de dados, à medida que as empresas adotam a AI, será possível ver ações de marketing mais criativas e inteligentes e que satisfaçam os clientes imediatamente.

Com o aumento e popularização da tecnologia e com as pessoas cada vez mais conectadas, será mais fácil conhecer os hábitos e comportamentos dos consumidores e promover experiência mais personalizadas

No marketing a tecnologia vem transformando a maneira como os negócios se comunicam com os clientes.

O uso de aplicativos de realidade virtual e aumentada são cada vez mais comuns em campanhas publicitárias. Essas campanhas são atraentes e geram engajamento muito maior do público.

Você já pensou que a tecnologia pode ser o diferencial de marketing na sua empresa?

header-picture

Realidade virtual trata-se de um ambiente criado em três dimensões por computadores, em que uma pessoa pode interagir neste ambiente de forma imersiva.

A realidade virtual induz efeitos visuais, sonoros e até táteis, por meio do ambiente virtual, iludindo os sentidos do usuário desta tecnologia e criando um ambiente simulado, interativo ou não.

Esta tecnologia vem sendo aprimorada há tempos, funcionando a partir de estímulos visuais e auditivos com uso de headsets e/ou óculos estereoscópicos. Estes, normalmente, cobrem as orelhas e os olhos do usuário, privando-o de ouvir e ver estímulos externos.

Óculos de Realidade Virtual

Os óculos com uso de estereoscopia criam a ilusão de profundidade, proporcionando mais elementos para a imersão da realidade virtual. Duas imagens diferentes são geradas em cada olho e o efeito se dá através da interpretação cerebral de que as duas imagens são uma só.

As tecnologias atuais permitem interpolações (inserções e/ou complementações intercaladas) de imagens tão velozes que os efeitos tridimensionais são impressionantes.

Os óculos modernos são capazes de interagir com sincronicidade com os movimentos da cabeça do usuário. A imagem gerada não permanece estática, ou seja, acompanha a movimentação do seu usuário.

A grande inovação dos dispositivos de realidade virtual está na velocidade de processamento de imagens e correção de distorção de lentes através da execução, em tempo real, de drivers e softwares.

Onde ela pode ser aplicada?

A realidade virtual pode ser aplicada em diversas áreas, criando ambientes de simulação completamente inseridos na realidade virtual. A realidade virtual usada por varejistas de móveis e eletrodomésticos já tem bastante adesão, por exemplo.

Usando a tecnologia da realidade virtual o consumidor pode ver como certos produtos ficariam na sua casa, podendo trocar modelos e cores dos produtos para ver qual combina mais, ou qual é mais funcional antes de efetuar a compra. A simulação e a venda acontecem na mesma plataforma e é evidente e crescente no mercado de varejo.

Benefícios em utilizar a realidade virtual em campanhas de marketing

  • Utilizar a realidade virtual pode ser considerada um diferencial nos negócios.
  • Traz às campanhas assertividade, inteligência e inovação.
  • Proporciona uma experiência totalmente imersiva ao consumidor.

 

Alguns setores em que a Realidade Virtual vem sendo utilizada:

  • Ramo imobiliário: o uso de óculos de realidade virtual deixa para trás stands de vendas e apartamentos decorados, podendo, além de economizar espaço, trazer interatividade à vivência, tornando uma experiência agradável e surpreendente para o consumidor.
  • Indústria automobilística: pode ser oferecido aos clientes um test-drive virtual, por exemplo. Além de ser uma experiência divertida, há mais proteção e segurança tanto para o produto, quanto para o consumidor, diminuindo riscos e custos.
  • Turismo: no setor de turismo o uso da realidade virtual dá ao cliente a possibilidade de vivenciar previamente os roteiros de viagem. Isso tornará a venda mais encantadora e atraente e, certamente, será um motivo a mais para convencê-lo a fechar pacotes de viagens.

 

A realidade virtual está em pleno desenvolvimento e evolução, apresentando conteúdos de altíssima qualidade. O mercado vem acompanhando as novas tendências e tecnologias, fazendo com que tornem-se mais acessíveis aos consumidores e/ou usuários.

header-picture

A aplicação de Realidade Aumentada está presente na rotina da população graças ao desenvolvimento de várias novas ferramentas, como os dispositivos móveis e seus aplicativos, que garantem maior conectividade e interatividade nos nossos dias.

A tecnologia revoluciona a forma como o ser humano interage com máquinas, conteúdos e, até mesmo, com outras pessoas.

Criá-la para apresentar novos produtos e serviços pode parecer desafiador. No entanto, a tecnologia pode ser explorada como uma arma poderosa quando se trata de marketing.

Com criatividade e interatividade, as ações com realidade aumentada agregam mais valor às campanhas publicitárias e colocam o cliente em contato direto com o produto.

Seu uso permite maior envolvimento na apresentação de novos itens, serviços e conceitos, aumentando certamente o interesse e a conversão nas vendas, proporcionando uma experiência inovadora ao público.

Há um leque de possibilidades muito amplo na aplicação desta tecnologia. Ele pode ser encontrado nos mais variados nichos do mercado.

Campanhas publicitárias apresentam novidades inovadoras que levam seus clientes a interagirem com os produtos oferecidos, aproximando-os e dando maior audiência às marcas.

Vejamos três aplicações de realidade aumentada em apresentações de novos produtos

  • Projeção de objetos  tridimensionais: projeção de objetos tridimensionais em uma ambiente real . Esta forma de apresentação de produtos desperta a curiosidade e o interesse do cliente, tornando os produtos e/ou serviços mais atraentes e divertidos, aumentando, assim, seu potencial de vendas.
  • Óculos Ultra-Tecnológicos: os óculos que usam de realidade aumentada são acessórios recorrentemente utilizados em apresentações de novos produtos. Esta ferramenta é muito usada por diversas empresas do mercado. Os óculos com alta-tecnologia são pouco acessíveis para a maioria das pessoas, no entanto, eles já são realidade na vida de algumas pessoas com deficiências ou limitações. Os óculos são facilitadores, pois desempenham diversas funções, aumentando notavelmente a qualidade de vida e o bem-estar de seus usuários.
  • Marcadores em Rótulos e Embalagens: este é um recurso muito utilizado nas apresentações de produtos da indústria alimentícia. Muitos produtos trazem marcadores em seus rótulos permitindo ao consumidor ter acesso à receitas, promoções e mais informações sobre o produto adquirido. Algumas marcas desenvolvem aplicativos para promover jogos interativos e/ou educativos em que pode haver participação de todos os membros de uma família.

Através das aplicações de realidade aumentada empresas buscam mais adesão e fidelização em seus produtos e serviços oferecidos, cativando o consumidor com alcance muito maior; fazendo isso de maneira criativa, perspicaz e sempre  inovadora.

Ter a oportunidade de trabalhar com empresas dos mais diversos segmentos é uma grande satisfação para a Flex Interativa. Sendo que, por lidarmos com tecnologias inovadoras, como as realidades aumentada e virtual, não são raros os casos em que participamos da introdução de alguns dos nossos clientes no que se refere ao uso do que há de mais moderno nesse sentido. Foi exatamente isso que aconteceu no case de sucesso que vamos apresentar abaixo.

O cliente era a Mosaic fertilizantes. Sendo que a empresa tinha certa resistência em relação ao uso da tecnologia. Por isso, acreditamos que esse é um case muito interessante para exemplificarmos o quanto é importante que as empresas se adequem às novas alternativas disponíveis no mercado em se tratando de divulgação das suas marcas e dos seus produtos. Confira a seguir alguns dos principais detalhes sobre o case de sucesso da Mosaic Fertilizantes!

Mosaic Fertilizantes e a introdução ao uso da Realidade Virtual

A Mosaic Fertilizantes é uma empresa americana – voltada para o agronegócio – que tem sua sede brasileira localizada em São Paulo. Além disso, eles também possuem unidades em outros estados. Um detalhe interessante é que, apesar de ser uma empresa grande, havia certa resistência em relação ao uso da tecnologia.

Contudo, com o intuito de mudar esse cenário, a Mosaic decidiu conhecer a realidade virtual na Flex Interativa. Com isso, conseguimos desenvolver um produto (que está detalhado no tópico abaixo) muito interessante para empresa. É importante destacar que além do desenvolvimento, a Flex Interativa foi responsável pela tradução visual da ação do produto. Trabalhar o conteúdo é tão (ou mais) intenso do que o desenvolvimento da aplicação. Na maioria das vezes o cliente não tem clareza ainda de como o conteúdo dele pode ser aplicado em uma interação de realidade aumentada ou virtual – é nesse momento que a experiência da Flex Interativa faz toda a diferença.

Sistema de Realidade Virtual para apresentação do produto MicroEssentials

O projeto que a Flex Interativa desenvolveu para a Mosaic foi um sistema de realidade virtual apresentando o fertilizante MicroEssentials. Vale a pena ressaltar que esse sistema foi pioneiro no mercado nacional de fertilizantes.

Mas o que realmente merece destaque é o fato de o sistema ter sido desenvolvido de uma maneira que se tornou possível visualizar o que está acontecendo debaixo da terra. Foi um projeto muito bem-sucedido e que facilitou bastante a apresentação do fertilizante ao público.

Essa novidade foi apresentada no estande da Mosaic no Expodireto Cotrijal 2018, ocorrido em março, no Rio Grande do Sul. Esse evento, que é focado em tecnologia e agronegócios, figura entre as maiores feiras do agronegócio internacional. Ou seja, era a oportunidade perfeita para lançar o produto (sistema de realidade virtual).

Anteriormente, a empresa apresentava o fertilizante por meio de um teste de campo. Realizava-se uma plantação e, após alguns meses, os clientes eram convidados a visitarem o local para acompanhar uma apresentação, que consistia em fazer um corte (físico) na terra para mostrar de maneira prática como o produto estava agindo.

Contudo, com o sistema de realidade virtual, todo esse processo foi agilizado. Assim, a demonstração do produto pode ser feita em qualquer lugar. Usando óculos e sensores especiais, as pessoas são imersas na parte subterrânea de uma lavoura. Desse modo, elas conseguem:

  • Conhecer detalhadamente a formulação do fertilizante;
  • Visualizar de maneira extremamente realista a ação do fertilizante (inclusive em diferentes condições climáticas);
  • E entender quais são os benefícios gerados pelo produto.

Com isso, na prática, o sistema de realidade virtual desenvolvido pela Flex Interativa viabiliza que o agricultor (cliente) tenha uma visão mais ampla e realista sobre a qualidade e a performance do fertilizante.